software de gestão de obras

4 sinais de que a sua construtora PRECISA de um software de gestão de obras

Saiba quais erros indicam que é hora de otimizar os processos da sua construtora com um software de gestão de obras.

Obras da construção civil são um conjunto de atividades e etapas complexas, que demandam muita atenção a processos, orçamentos, cronogramas e documentação para alcançar os resultados desejados no planejamento e contratados pelo cliente.

Cuidar de processos assim tão complexos pode ser um grande desafio para construtoras despreparadas, resultando em erros que podem comprometer qualidade, competitividade, lucratividade e crescimento dos negócios.

É nesse momento que o investimento na tecnologia correta pode fazer toda a diferença. 

A diferença para o seu bolso.

A diferença para o seu crescimento.

A diferença para a sua rotina no dia a dia das obras.

Quando sinais começam a indicar que erros estão sendo cometidos, um bom software de gestão de obras pode ser a diferença entre o sucesso ou o fracasso de um empreendimento.

Conheça aqui os sinais que indicam que é hora de sua construtora adotar softwares de gestão de obra e como essa tecnologia pode resolver os problemas e erros de seus projetos.

Está na hora de sua construtora ter um software de gestão de obras?

Existem muitos pequenos sinais que mostram a necessidade que uma construtora tem de um bom sistema para gerenciar seus processos na construção. 

Em termos simples, sinais de que já está na hora de adotar um bom software de gestão de obras e otimizar seus projetos e resultados.

A maioria desses sinais estão associados a erros que podem causar grandes perdas na lucratividade da empresa, atrasando seu crescimento, o que faz o investimento em um software não um custo, mas uma estratégia.

Conheça aqui 4 desses sinais e veja como esses softwares podem beneficiar sua construtora.

1. Constantes prejuízos nos orçamentos de obra enviados aos clientes

Problemas com a falta de dinheiro durante a execução de obra e orçamentos insuficientes podem ter diferentes causas. Esse prejuízo pode vir de:

  • Valores incompatíveis com a realidade do mercado;
  • Multas por atrasos nos pagamentos;
  • Compras de materiais de última hora com valor mais alto que o previsto;
  • Falta de controle no uso do dinheiro;
  • Erro humano na hora de calcular os custos do projeto;
  • Atraso no recebimento dos pagamentos dos clientes.

Para minimizar ou evitar completamente que esses erros aconteçam, é essencial ter uma plataforma que automatize os cálculos, capaz de importar valores dos orçamentos dos fornecedores e que automaticamente insira custos indiretos, BIM e use a tabela Sinapi nas estimativas de custos.

Além disso, é essencial poder acompanhar o dia a dia quanto do orçamento já foi utilizado para identificar desperdícios e gastos não previstos.

Acontece também de compras de emergência serem necessárias por imprevistos, como a chuva, e os custos não serem lançados no orçamento, de forma que a construtora perde o controle do que precisa pagar. 

Mais uma vez, a integração com o departamento de compras com o software elimina o risco.

Essa automatização e acompanhamento fica muito mais simples com o uso de softwares de gestão de obra.

2. Atrasos na entrega das obras

Perder prazos de entrega pode gerar muito mais problemas do que a construtora imagina. 

Além de mais custos com o pagamento de dias a mais de trabalho dos colaboradores, locação de equipamento, taxas de licitações e outros custos não previstos no orçamento aprovado, atrasos causam um impacto negativo futuro.

Seu cliente conta com seu profissionalismo e competência e o atraso na entrega da obra é uma quebra na confiança que pode custar a competitividade da construtora e novos contratos e indicações.

Para escapar desse problema, softwares de gestão de obras oferecem uma área de cronogramas de obras. 

Mais do que ter um passo a passo na mão, os sistemas oferecem a visibilidade necessária para acompanhar dia a dia as ações executadas em relação ao que era esperado no planejamento.

Atrasos pontuais e pequenos, assim, podem ser identificados mais rapidamente e corrigidos antes que impactem a entrega final, eliminando os prejuízos que o atraso causa.

3. Compra de materiais desnecessários que acabam sobrando ou sendo perdidos

É aqui que a gestão de estoque, com controle de quantidade de materiais e equipamentos que saem e retornam, integrado com o departamento de compras, oferecida pelo software de gestão de obras, faz toda a diferença.

O primeiro sinal de que sua construtora precisa desse controle de estoque oferecido é o fato de sobrar material no canteiro de obras quando ela é finalizada. Ainda que seja menos ruim que faltar material, essa sobra significa que a construtora está gastando dinheiro com compras desnecessárias.

Mais do que um custo extra, essa compra desnecessária coloca materiais em risco de serem desperdiçados, principalmente se são materiais que já estavam no estoque há muito tempo, ou seja, cada dia mais próximos do vencimento de sua validade.

Outro ponto é que esse descontrole, facilmente corrigido com o software, gera mais custos em armazenagem tanto dentro do canteiro quanto fora.

4. Falhas de comunicação com o cliente

A competitividade da sua construtora, a conquista de novos clientes e novos contratos com clientes antigos depende de uma comunicação eficiente e da capacidade de garantir que o cliente entenda e confie no que está sendo executado no canteiro e em como o orçamento está sendo utilizado.

Softwares de gestão de obras são perfeitos para otimizar essa relação, oferecendo o Portal do Cliente. 

Nesse espaço, o cliente tem acesso a todos os documentos referentes à obra, a construtora pode compartilhar fotos e vídeos dos avanços no canteiro de obras e é possível compartilhar a evolução do cronograma e uso do orçamento dia a dia.

Seu cliente ganha uma visibilidade maior e mais geral da evolução do projeto e sua construtora consegue ser mais transparente e ganhar a confiança necessária para se tornar mais competitiva.

Investimento no software de gestão de obras: a tecnologia como vantagem estratégica

Toda construtora, independentemente de seu porte, pode se beneficiar com um maior controle e organização de seus processos. 

Por isso, investir em tecnologias que facilitem o dia a dia e permitam eliminar erros é uma das prioridades para alcançar vantagens estratégicas.

O software de gestão de obras, entre tantas tecnologias que tem surgido para o setor da construção civil, é com certeza a opção que melhor garante a otimização de processos da construção civil.

Comece agora mesmo a organizar a gestão de suas obras conhecendo as funcionalidades do software de gestão de obras Obra Prima.