8 segredos para o orçamento de obras perfeito!

8 segredos para o orçamento de obras perfeito!

Vamos revelar oito segredos para fazer o orçamento de obras perfeito! Um bom controle financeiro dentro das construtoras é essencial para o sucesso. 

Já falamos muito aqui no blog sobre a importância de um orçamento de obras preciso, não é mesmo? 

E, você já deve saber o que é e qual a importância de um controle dos gastos das obras para o sucesso da sua empresa. 

Vale relembrar:

O que é um orçamento de obras e por que ele é tão importante para o sucesso do projeto?

Um orçamento de obras não é apenas uma planilha em que você coloca o preço de todos os materiais que pretende comprar na sua obra. É mais do que isso! 

O orçamento detalha não só todo o material de construção, mas sim todos os gastos das obras, como taxa de serviço, impostos e tudo que vai impactar o valor final.  

Mesmo que você esteja fazendo um orçamento de obras simples, os valores a serem gastos com a mão de obra, por exemplo, também precisam ser considerados. 

Isso quer dizer que, no orçamento, existem bem mais do que apenas os preços unitários de cada material. 

E, se você acha isso difícil, a tecnologia já pode ajudar: um software de orçamento de obras. 

Agora que você já sabe disso, vamos para os segredos! 

8 segredos para o orçamento de obras

Existem alguns segredos que podem ajudar você nesta tarefa de montar o seu orçamento de obras. 

Separamos aqui oito que podem ser muito úteis, confira: 

  1. Tenha todos os projetos em mãos;
  2. Liste as necessidades do local;
  3. Não esqueça dos custos indiretos;
  4. Defina quanto pode gastar;
  5. Determine um prazo realista de entrega da obra;
  6. Faça pesquisas de mercado;
  7. Conheça a curva ABC;
  8. Tenha um bom planejamento e controle financeiro;

Agora que você já sabe quais são as dicas, vamos entender melhor cada uma delas, acompanhe: 

1. Tenha todos os projetos em mãos

Antes de começar, é importante que algumas etapas sejam feitas porque são esses dados que vão alimentar e guiar o seu orçamento: 

  • Projeto estrutural e de fundação;
  • Projeto arquitetônico devidamente aprovado na prefeitura do local;
  • Projetos complementares, como: elétrico, de prevenção e combate a incêndios e pânico, hidrossanitário; da telecomunicação, entre outros… 

Com todos esses projetos em mão vai ficar mais fácil não ser surpreendido por um gasto que não foi previsto no orçamento de obras. 

2. Liste as necessidades do local

Depois, você precisa listar todas as necessidades dos ambientes que serão reformados/ construídos. 

Para isso, anote quais são as pretensões de cada um dos cômodos, qual será a sua função e objetivo e a expectativa que a obra precisa atender. 

Esses passos são fundamentais para estruturar o planejamento e o orçamento, já que trazem mais clareza ao projeto e evitam mudanças bruscas e gastos não previstos. 

3. Não esqueça dos custos indiretos

Esses gastos das obras são água, energia, impostos, taxas… 

Ou seja, se você esquecer de inserir na sua planilha de orçamento de obras vai acabar faltando dinheiro no final. 

Pode até parecer besteira ou até pouco, mas esses custos indiretos são parte do seu orçamento e o primeiro erro é não inserir no seu controle financeiro. 

4. Defina quanto pode gastar 

Um dos fatores essenciais para qualquer orçamento, por menor que seja a obra, é saber quanto você pode gastar no projeto como um todo. 

Isso evita muitos problemas, como endividamento, e dá um panorama de quanto cada item pode ou não pesar na decisão final antes de comprar. 

5. Determine um prazo realista de entrega da obra

Quem determina o prazo de entrega da obra é quem faz o planejamento, ou seja, você!

Não adianta que o seu cliente queira uma obra entregue em 7 dias, se no seu planejamento são necessários 14. 

Isso vai gerar um estresse e pode, inclusive, aumentar o preço do seu projeto, uma vez que seu cliente quer mais rapidez na entrega. 

E, para atender, você precisa de mais velocidade nas entregas de materiais, o que aumenta o preço do frete, por exemplo.

Esse é apenas um dos vários fatores que podem interferir no seu planejamento.

Portanto, converse com ele e sempre apresente um prazo de entrega realista. 

6. Faça pesquisas de mercado

Mesmo você podendo consultar bancos de dados como o TCPO (Tabela de Composição de Preços para Orçamentos), é sempre interessante visitar lojas físicas, pelos menos três, para analisar os preços de produtos unitários que vão ser usados. 

Dependendo da forma de pagamento e do prazo estipulado, você consegue descontos, barateando os gastos das obras.

Não precisamos nem falar da necessidade de consultar fontes confiáveis sobre o preço da mão de obra que você vai precisar na sua região, né? 

Pode haver grande diferença entre um profissional e outro, dependendo da região onde a obra vai acontecer. 

Por isso, é essencial pesquisar bem o mercado antes de fechar o seu orçamento de obras. 

7. Conheça a curva ABC

Já falamos dessa curva aqui no blog, até ensinamos um passo a passo simples e rápido de como calcular.

Relembrando!

Essa curva determina a ordenação de materiais e possibilita que o gestor de obra controle os insumos de maneira mais eficiente. Entre as principais vantagens estão: 

  • diferencia os insumos que são mais significativos economicamente;
  • simplifica a distribuição mais eficaz das obrigações de controle;
  • indica os insumos que precisam ser reduzidos; 
  • evita o desperdício dentro das construções. 

Ela mostra 20% dos itens que retratam 80% dos gastos das obras. Assim, esses itens precisam de mais atenção na contratação e na compra. 

Nunca deixe de consultar a curva ABC da sua obra. E, claro, procure adquirir os insumos dentro do orçamento estipulado. 

8. Tenha um bom planejamento e controle financeiro

Com o orçamento de obras nas suas mãos, você consegue se planejar, isto é, determinar onde vai investir primeiro. 

Justamente para o dinheiro não acabar no meio do projeto e você ficar sem finalizar. 

Ou então, você se concentra apenas em itens mais baratos e deixar a qualidade em segundo plano. 

Dessa maneira, tendo todos esses itens em mente, seu orçamento tem boas chances de ser certeiro e você vai conseguir finalizar sem dores de cabeça. 

O que achou desses segredos?

Vão ajudar muito no sucesso da sua empresa, não é mesmo? 

Agora, vamos contar o último segredo que deixamos para o final! 

A ferramenta que vai ajudar em todas as etapas: o software de orçamento de obras. 

Quando você usa a tecnologia a seu favor com um sistema desses, fica muito mais fácil entregar uma obra de qualidade, dentro do prazo e deixar o seu cliente satisfeito. 

Então, essa ferramenta, com certeza, é o maior segredo de todos! 

Com um software de orçamento de obras e os conteúdos exclusivos do blog e do Instagram do Obra Prima, as construtoras vão ter muito sucesso!

Para saber mais sobre o nosso software de gestão de obras, clique na imagem abaixo e marque a sua demonstração gratuita.

Experimente o nosso software de gestão de obras