Construção civil pós-pandemia

A construção civil pós-covid 19: como se preparar para este cenário?

Entenda as oportunidades e estratégias motivadas pela pandemia para a construção civil no período pós-covid 19.

Covid 19 trouxe preocupações para diversos setores. Com o país restringindo suas atividades como forma de reduzir a circulação de pessoas e conter o espalhamento da doença, os impactos na economia causam medo em muitas empresas.

A construção civil não escapa desses impactos negativos. Ainda assim, mais do que pensar em como as coisas podem piorar, é necessário trabalhar para reduzir prejuízos e problemas e preparar construtoras para uma recuperação rápida.

Reduzir custos e não interromper projetos foram os principais objetivos para pequenas e médias construtoras nesse período. Essas ações tornaram mais claras as dificuldades em obter crédito para manter os negócios funcionando.

Apesar das dificuldades vividas a cada dia, a pandemia se tornou, para a construção civil, um período de aprendizado. 

Empresas que antes seguiam como dava perceberam a necessidade de otimizar processos e adotar técnicas de gestão de obras que garantisse a sobrevivência em situações de crise.

Muito do que se aplica durante a pandemia como estratégia de contenção de problemas é, na verdade, estratégia de crescimento para o dia a dia das construtoras em qualquer cenário. 

Afinal, redução de custos e otimização de projetos nunca deixam de ser relevantes para os negócios.

É pensando nessas necessidades e oportunidades que trazemos algumas dicas de como se preparar para continuar enfrentando esse momento de pandemia e para buscar crescimento quando a situação se normalizar.

Como encarar o cenário de pandemia e garantir oportunidades para o pós-covid 19?

Existem diversas tendências em um mundo pós-pandemia que precisam começar a ser consideradas pelas construtoras. 

As relações de trabalho, necessidades estruturais no mercado residencial e formas de controle financeiro devem sofrer algum impacto e elas devem estar preparadas para essas mudanças.

Entre as ações que devem ser planejadas para depois do covid 19 na construção civil e que merecem mais atenção estão:

Reavaliação das necessidades residenciais

Uma das tendências que se criou com a pandemia é a de mudança do ambiente de trabalho corporativo para o home office. 

Ainda que muitos pensassem nos confortos que trabalhar de casa traria, os desafios se mostraram rapidamente.

Para pessoas que não moram sozinhas, um escritório em casa acaba sofrendo muito os desafios da presença de mais pessoas vivendo vidas normais. 

O barulho de crianças, televisores e outros itens do dia a dia aumentam as preocupações com isolamento acústico em residências.

O mercado da construção civil já possui diversas alternativas de isolamento, mas em geral elas eram aplicadas para isolar ruídos externos. 

A construtora do futuro deve começar a pensar nessas novas necessidades também nos ambientes internos para se diferenciar no planejamento de projetos.

De olho nas normas e certificações

Muitas normas têm sido debatidas nos últimos anos e começam a ser editadas para atender necessidades e garantir o bem-estar dos usuários pós-pandemia. 

É papel de toda construtora estar de acordo com as novas mudanças.

Um dos exemplos que se pode citar é a norma ABNT que trata da vida útil dos empreendimentos residenciais. 

A revisão que determinava a durabilidade mínima de 50 anos em termos de estrutura e acabamento foi aprovada e, agora, a norma passa por novas revisões para se adequar às exigências que o coronavírus fez perceber.

A NR-18 também passou por revisões recentes, buscando otimizar as medidas de segurança na construção civil. 

Cuidar da saúde e segurança dos trabalhadores nunca foi tão importante e esse é o grande destaque desta norma. 

A realidade das exigência se altera muito durante e pós-pandemia e estar preparado é essencial.

Sua construtora já conhece as novas normas trazidas em abril de 2020 pela Medida Provisória nº 936? Ela cria brechas para suspensão ou redução de contratos de jornadas de trabalho e salários, colocando como obrigação do Governo complementar a renda perdida pelo trabalhador.

Pensada para ajudar construtoras durante a pandemia e preservar empregos e renda para trabalhadores é muito importante para empresas se programarem para o pós-pandemia

Planejar a redução de custos das obras de forma segura

Abrir mão de qualidade para cortar custos nunca foi uma opção, mas buscar formas de reduzir gastos nunca foi tão importante. 

Entender como funcionam as tributações federais durante e após a pandemia, conhecer as possibilidades de prorrogação de prazos de pagamento e ter controle sobre o financeiro são essencial para garantir o crescimento nos próximos anos.

Analise as contas em aberto, verifique as possibilidades de negociação, estabeleça prioridades e busque sempre evitar contas em atraso e ter maior controle financeiro.

Conheça as tendências de mudanças no comportamento do mercado e de clientes

Se o mercado mostra uma tendência de aumento nas obras residenciais e menor volume de construções de prédios comerciais, talvez seja hora de preparar sua construtora para atender essa necessidade específica de seus clientes.

Outro ponto importante é o debate sobre como os impactos ambientais aumentam as chances de novos e mais perigosos vírus e doenças surgirem. 

Isso cria uma tendência de maior preocupação com a sustentabilidade na construção civil.

  • Seus processos são sustentáveis? 
  • A construtora toma medidas para reciclagem de resíduos de obras? 
  • Os projetos são desenvolvidos com pensando na eficiência energética e hídrica? 

Se as respostas forem “não”, é hora de começar a mudar.

Novas formas de gestão para ganhar espaço na construção civil pós-covid 19

Não são apenas nos outros setores o que o trabalho remoto e o distanciamento físico dos clientes e parceiros se torna uma realidade. 

Essa nova forma de trabalhar existe também na construção civil.

No canteiro de obras a circulação de pessoas seja necessária, normas e limitações são exigidas, como espaços para lavar as mãos constantemente, turnos com menos trabalhadores, distanciamento sempre que possível e uso de máscaras.

Claro, esse distanciamento não existe só no canteiro, o que torna essencial a adoção de tecnologias que permitam o trabalho remoto sem perda de qualidade nas construtoras. 

Mais do que nunca ter um bom software de gestão de obras é um diferencial.

Sua construtora não precisa perder agilidade ou qualidade de atendimento ao cliente nem durante nem após a pandemia. 

As funcionalidades para chamadas, trocas de mensagens, envios de documentos e fotos e compartilhamento de cronogramas e planilhas de orçamento reduzem essas distâncias.

Tornar os trabalhos de sua construtora mais organizados e atualizados, mantendo a distância enquanto é necessário e sem perder qualidade não é um sonho distante, mas uma realidade que deve começar agora.

Entre em contato com o Obra Prima e nós te mostramos como.