Antes mesmo de construir: a importância da medição de obras!

Medições de obras são essenciais para garantir um planejamento correto e o sucesso do projeto. Entenda!

Toda construtora sabe que controlar orçamentos, prazos e qualidade é impossível sem ter informações corretas e detalhadas sobre o projeto. 

O tamanho das paredes, o número de andares, a metragem do pavimento e outros elementos são significativos para organizar todos os processos.

Quando se depende de saber exatamente o tamanho da obra para saber a quantidade de materiais a serem comprados, mão de obra a ser contratada e o tempo necessário para a conclusão do projeto, a medição ganha muito mais destaque.

No entanto, seu papel e aplicação mais importantes estão relacionadas ao desenvolvimento das etapas durante a execução do projeto.

Dessa forma, a medição de obras se coloca como ferramenta essencial no controle e gestão de obras. 

Entenda o que ela é e como funciona e descubra como otimizar a medição e aproveitar todos os benefícios que ela oferece.

Medição de obras: o que é?

A medição de obra deixa muito claro no próprio nome o que é: nada mais do que medir a obra. 

No entanto, sua aplicação e objetivos fazem com que o tema não seja tão simples quanto parece à primeira vista.

Toda obra começa no planejamento…

Na construção de uma casa, por exemplo, é essencial definir tamanho dos cômodos, altura da parede, espaço necessário para janelas e portas e diversos outros elementos. 

Cada um deles determina a quantidade de tempo, insumos e custos a serem cobrados pelo projeto.

Se pensamos que todo o orçamento é desenvolvido com base nessas informações, qualquer mudança ou discrepância entre os dados do planejamento e as medidas vistas durante a execução do projeto trazem como resultados problemas com prazo e consumo de materiais.

Medição de obra, então, se torna um acompanhamento da evolução do projeto, verificando se o que foi previsto inicialmente é o que tem sido executado, criando um paralelo orçamentário entre o que está nos contratos e a realidade do canteiro de obra. 

Assim, é uma ferramenta que impacta:

  • Uso de insumos;
  • Contratação de mão de obra;
  • Controle de orçamento;
  • Cumprimento de prazos;
  • Gestão de estoque e compras.

Seus impactos em um projeto podem ser muito positivos, sendo o oposto também uma verdade: sem a medição de obras frequente, os prejuízos podem causar danos irreversíveis ao projeto e à construtora.

Para que serve a medição?

Essa é uma ferramenta de acompanhamento e controle aplicada a todas as etapas das obras realizadas pela construtora. 

Sua principal funcionalidade é garantir uma padronização para os projetos de uma construtora, oferecendo dados que reduzem desperdício e otimizam o desenvolvimento do planejamento.

Se a construtora tem dados mais concretos sobre o tempo que cada tipo de serviço leva, quanto de material é utilizado e onde ocorrem desperdícios, as possibilidades de aumentar a produtividade, eficiência e lucratividade das próximas obras é muito maior.

Um bom processo de medição leva em conta:

  • Documentação para desenvolvimento de serviços;
  • Vistorias mensais;
  • Registros fotográficos;
  • Medição física a cada serviço executado;
  • Criação de relatório mensal discriminando medições feitas, previsão do projeto e exigências específicas do cliente.

Como a medição de obra é feita?

É possível realizar medições quando o responsável pelo projeto desejar: mensalmente, ao fim de cada etapa ou diariamente. 

Quanto mais frequentemente ela é feita, melhores são os dados coletados e mais concretas as informações sobre a evolução do projeto.

O primeiro passo para fazer uma medição é ter em mãos um cronograma de obras bem detalhado e o planejamento do projeto, mostrando os objetivos que deveriam ser alcançados em cada etapa. 

Ter a tabela de custos por unidade de medida registrada em contrato e o orçamento detalhado também é importante.

Lembre-se: quanto mais detalhada a tabela de valores, orçamento e cronograma, mais fácil será de acompanhar a evolução da obra por meio da medição.

A medição é feita medindo o que foi executado pelo prestador de serviços naquela etapa, verificando se o prazo para finalizar o serviço foi o estabelecido pelo cronograma, quanto de material foi utilizado e se o custo do serviço está dentro do estimado em contrato.

Medição em obras públicas

Construtoras que desejam trabalhar com obras públicas têm a medição de obras não apenas como possibilidade de otimização, mas como obrigação. 

É por meio de seus dados que se comprova a conclusão de etapas e são liberados os pagamentos combinados na licitação.

No caso das obras públicas, a medição oficial não é de responsabilidade da construtora, sendo realizadas por fiscais do governo. 

No entanto, saber como realizar as medições e acompanhar o trabalho dos fiscais é uma forma de evitar fraudes, erros de licitações e corrigir problemas que possam gerar encargos fiscais para o projeto.

Conseguir a licitação de uma obra pública já é um desafio e não cumprir com a proposta de valores e prazos estabelecidas na licitação pode gerar muita dor de cabeça para a construtora.

Atrasos, desperdício de materiais e outros problemas identificados na medição mostram a impossibilidade de confiar nos serviços prestados e, em casos extremos, pode gerar multas e a proibição de que a construtora volte a participar de licitações.

Saiba mais sobre obras públicas aqui! >

Tecnologia, informação e medição de obras

A medição de obras é essencial para cobrar o cumprimento de contrato por parte dos prestadores de serviços, garantir uma boa gestão de estoque e compras e o uso de materiais. 

Como vimos, cada um desses elementos depende de dados concretos e uma gestão eficiente do projeto e das obras.

Garantir uma medição de obras que cumpra com seus objetivos depende, primeiro, de conseguir elaborar um orçamento e cronograma eficiente e possível de ser cumprido no desenvolvimento do projeto.

Não é possível esperar que os resultados obtidos correspondam ao esperado se os dados previamente estabelecidos pelo projeto não são realistas. 

É nesse momento que a tecnologia se torna um diferencial para as construtoras.

Recorrer a softwares que garantam a elaboração de cronogramas detalhados e um orçamento eficiente é uma forma de oferecer bases firmes para comparação no momento da medição.

Quer saber quais são as tecnologias que podem ajudar a otimizar o processo de medição de obras? Acompanhe os conteúdos da Obra Prima e descubra.