Como evitar o desperdício de materiais de construção?

Como evitar o desperdício de materiais de construção?

Desperdícios de materiais podem ser evitados com muita facilidade quando conhecemos os erros mais cometidos. Descubra aqui quais são eles.

Desperdícios na construção civil são mais comuns do que deveriam e esse é um problema que afeta diversas etapas do projeto. Desde o momento de desenvolver o planejamento e o orçamento da obra, é preciso buscar formas de evitar que eles aconteçam.

  • Seja de tempo;
  • de ideias;
  • ou de dinheiro…

Reduzir desperdícios é a principal meta para construtoras que desejam maior controle de seu financeiro e maior crescimento de mercado.

Por esse motivo, muitas empresas começam a voltar a atenção para ações mais sustentáveis, economizando água e energia elétrica, e para sistemas de gestão de obras mais eficientes, reduzindo o gasto de tempo.

Mesmo com todos os esforços feitos para a evitar desperdícios, poucas construtoras se dão conta que os maiores prejuízos vêm do desperdício de materiais de construção. 

O canteiro de obras, muitas vezes, se torna palco de perda de insumos e, consequentemente, de dinheiro sem que as construtoras se deem conta.

Se a sua construtora é uma das que percebeu esse desperdício de materiais no canteiro de obras, os prejuízos que esse desperdício causa e busca por soluções para evitar desperdícios, a hora de começar a se mover é agora e nós mostramos como.

Desperdícios de materiais de construção: aprenda a evitar

Toda e qualquer redução de custos de uma construtora depende de aproveitar bem os recursos que ela possui e isso inclui os materiais de construção. 

Saber organizar os processos para evitar desperdícios é essencial na busca por evitar perder dinheiro e garantir bons resultados para os projetos.

Existem várias formas de controlar projetos de construção civil que se colocam como estratégia de redução de desperdícios. O importante é sempre ter em mente que tudo começa com uma boa gestão de obras.

Desperdício deixa a gestão de obras mais cara! Entenda >

Acompanhe as 8 dicas que trazemos para otimizar a gestão e eliminar o desperdício:

1. Cuide bem do canteiro de obras

Organizar o layout do canteiro de obras é o é essencial para evitar desperdícios de materiais de construção. A distribuição bem pensada e estratégica dos insumos, equipamentos e estruturas no espaço garante que os riscos sejam menores no transporte e manejo dos materiais.

Imagine um canteiro de obras onde o armazenamento de materiais é muito próximo ao local de execução. As possibilidades de que algo caia da construção e acerte os materiais, quebrando-os, é muito maior.

Se, por outro lado, os materiais estão muito distantes, o tempo gasto para buscar no momento de utilizar é maior e as chances de que materiais mais delicados se quebrem no caminho também.

2. Armazenamento e transporte merecem atenção especial

Assim como é necessário pensar no layout do canteiro é essencial cuidar para que tudo seja armazenado e transportado de forma segura.

Cada tipo de material tem suas exigências na hora de guardar. 

Existe, por exemplo, um limite de altura e peso para armazenar telhas. Se empilhamos muitas delas ou na posição incorreta as chances de que se quebrem se torna maior.

Verifique as necessidades de cada material: o que deve ser protegido da chuva e do sol, o que pode ser empilhado, o que exige cobertura com lona… São detalhes muito importantes para evitar desperdícios.

Pensar na logística do transporte também é importante. 

Pergunte-se: 

  • O material é muito delicado para ser levado de um lado para outro? 
  • Existe espaço suficiente para que o caminhão de entrega manobre no canteiro sem danificar nada? 
  • É preciso contratar equipamentos especiais para facilitar o transporte de uma área a outra do canteiro?

Não se esqueça de considerar essas perguntas, também, no momento de pensar a organização do canteiro.

3. Um grão de areia faz a diferença

Cada mistura de massa, cimento ou outros elementos tem medidas exatas. 

Muita água e as massas não funcionam bem, pouca água e será difícil utilizar. Se a mistura é feita de modo errado será necessário utilizar mais material do que o esperado para corrigir, o que pode significar um gasto com compras não programadas, que saem muito mais caro.

Para garantir a qualidade do serviço realizado com as misturas e do acabamento e evitar desperdícios é essencial sempre utilizar as quantidades certas.

4. Reciclagem e reaproveitamento devem ser lei

Investir em métodos de reaproveitamento de materiais de construção pode ajudar muito a reduzir custos e elimina o desperdício de sobras que ainda podem ser úteis. 

Restos de tijolos e telhas quebradas, por exemplo, podem ajudar muito na hora de fazer alicerces para as construções.

Sistemas de reaproveitamento de água também são uma boa ideia, além de ser um pensamento sustentável que reduz as contas no fim do mês e se coloca como diferencial na hora de conquistar clientes.

5. Organize bem as datas de compras

Nem sempre é uma boa ideia comprar tudo o que será utilizado na obra de uma vez. As chances de perda de materiais de construção quando se compra um material hoje para ser utilizado só daqui um mês é muito maior.

Além disso, os custos com armazenamento e transporte, e os riscos que eles podem representar, são maiores quando os insumos ficam guardados por longos períodos. Organize o calendário de compras para aproveitar os melhores preços e evitar riscos de desperdícios.

6. Relatórios diários de obras: RDO é a chave do sucesso

Acompanhar os trabalhos realizados na obra é essencial para evitar desperdícios. Criar e atualizar a todo o tempo o Relatório Diário de Obras é a melhor forma de fazer esse acompanhamento.

Nesse documento, materiais quebrados, retrabalhos, atrasos, comprar de emergência e outros detalhes são descritos. Com isso, mais do que saber o que está acontecendo, a construtora consegue traçar e aplicar estratégias que reduzam os impactos negativos na obra e buscar alternativas para que os problemas não se repitam.

7. De olho no estoque

Controlar o estoque é a única forma de otimizar compras de materiais, garantir a eficiência do armazenamento e controlar a logística de transportes. 

Muitos dos problemas já mencionados podem ser solucionados com uma gestão eficiente do estoque.

8. Orçamentos são mais do que o valor passado para o cliente

Falta de um orçamento eficaz pode gerar muitos problemas. 

Se a pesquisa de custos e a consideração das quantidades a serem compradas não forem bem pensados o desperdício se torna inevitável. 

Aqui não estamos falando só de desperdícios de materiais, mas também de desperdício de dinheiro por não pensar bem em tudo que a compra dos materiais deve envolver.

Gestão de obras: uma arma contra o desperdícios de materiais

Nenhuma economia e otimização na construção civil pode ser feita sem uma gestão eficiente dos recursos financeiros e materiais da construtora. 

Pensar datas de compras ligadas ao cronograma de obras e considerar quanto pode ser gasto exige um sistema integrado.

Um software de gestão de obras, então, pode ser a arma secreta da construtora para reduzir gastos e desperdícios ao mesmo tempo que aumenta a eficiência, qualidade e lucratividade dos projetos.

Quer saber mais sobre como a gestão de obras pode beneficiar sua construtora? Acompanhe os conteúdos Obra Prima e saiba tudo o que uma construtora precisa saber para ter sucesso no mercado.