Construção off-site

Construção off-site: o que é? Como funciona?

Entenda melhor a construção off-site e descubra as muitas possibilidades que ela pode trazer para sua construtora.

A indústria da construção civil está constantemente buscando formas de inovar e aumentar a rapidez e praticidade das atividades no setor. 

Novas tecnologias, materiais e processos surgem constantemente para auxiliar empresas do setor a conquistar essas características e melhorar seu crescimento e lucratividade.

Na constante busca por agilidade, um processo vem ganhando cada vez mais destaque na construção civil: a construção off-site.

Ainda que seja cada vez mais utilizada e recomendada, muitas construtoras ainda não conhecem bem o que é esse sistema construtivo e quais os desafios e vantagens que pode trazer para o canteiro de obras.

Acompanhe o texto e descubra quais as oportunidades que esse tipo de construção pode trazer para seus projetos e negócios. 

O que é construção off-site?

Para entender a construção off-site vamos começar analisando seu nome: off-site é uma expressão em inglês e pode ser traduzida por fora do local. 

Isso já nos dá uma ideia geral do que é esse processo construtivo.

Basicamente, é uma construção feita fora do local de construção, ou seja, do canteiro de obras onde o projeto vai ser executado, mas como é possível construir fora do local onde a obra tem que estar?

Imagine que, nesse caso, o projeto será desenvolvido como uma casa construída de Legos. 

A casa precisa estar ali, mas as partes que a constituem podem chegar ao canteiro de obras já prontas.

Sim, a construção off-site está ligada à Modular Building, ou construção modular

Os módulos (que seriam como as peças do lego) são construídos em indústrias especializadas, com materiais de alta qualidade e seguindo padrões de qualidade rigorosos.

Ainda que possa parecer o contrário, no entanto, existe uma flexibilidade nesses módulos que não restringe os projetos da construtora. 

Os módulos podem ser construídos em uma grande variedade de tamanhos e em diferentes formatos para atender às necessidades da obra.

Assim, as partes do projeto são construídas fora do local da obra e, quando prontas, transportadas para o canteiro. Ali, vai bastar apenas “montar e encaixar” as partes e cuidar do acabamento.

Diferenças da construção convencional que se tornam vantagens

A construção off-site possui algumas características marcantes que, além de diferenciar esse tipo de construção da convencional, também ilustram bem as principais vantagens que traz consigo.

Conheça aqui as principais e entenda como elas podem se tornar um diferencial competitivo para sua construtora: 

Maior mobilidade

A principal diferença e a grande vantagem do off-site é a mobilidade, que significa centralizar a produção de peças, mas movê-las para diferentes localidades. 

Dependendo do projeto desenvolvido, essa modalidade pode alcançar até a mudança de localidade da obra inteira se algum dia for necessário.

É um tipo de construção de maior alcance, já que as peças podem ser levadas para qualquer lugar do país.

Industrialização e qualidade

Quando as peças são produzidas em fábricas, a possibilidade de produzir em escala industrial é maior. 

Isso significa que, em lugar de construir parede por parede, é possível executar muitas etapas ao mesmo tempo, produzindo grandes quantidades de peças em tempo menor.

Por ser um processo interno em ambientes especializados, o controle de qualidade das peças é muito maior do que o de uma construção convencional no canteiro de obras, o que gera uma qualidade maior para o projeto como um todo.

Gestão de resíduos e limpeza facilitados

Com os módulos sendo produzidos fora do canteiro de obras, toda a sujeira e resíduos gerados na quebra de paredes, corte de materiais, misturas e movimentação são muito reduzidos e a própria produção de resíduos diminui.

Como resultado a construtora ganha um ambiente de execução do projeto mais limpo e organizado, o que facilita muito a redução de riscos de acidentes e a logística do canteiro de obras.

Descubra aqui como fazer uma boa gestão de resíduos na construção civil >

Maior controle de prazos e rapidez

Com mais de uma peça sendo produzida e etapas sendo realizadas ao mesmo tempo, além da praticidade de apenas montar os módulos no canteiro de obras, não é de se espantar que o controle de prazos e o tempo para execução menor sejam benefícios desse sistema construtivo.

Atrasos por erros de execução e retrabalho, nesses casos, são minimizados ao máximo, para não dizer que são completamente extintos (afinal, imprevistos e erros fazem parte mesmo dos processos mais controlados. 

De um modo ou outro, a gestão dos prazos se torna muito mais simples com a construção off-site.

Orçamentos mais assertivos

O custo dos blocos planejados que fazem parte desse tipo de construção é calculado com base no uso de materiais, medidas e outras especificidades passadas pela construtora para a fábrica.

Com isso, as flutuações de mercado nos custos de materiais são eliminadas. 

O custo passado pelo fornecedor é exatamente aquele que será pago, o que garante que não serão feitas alterações nos valores por aqueles materiais, como pode acontecer com outros produtos cotados para serem comprados depois.

Além disso, as chances de custos extras com compras emergenciais de materiais são eliminadas. 

A menos que o projeto sofra alterações, a quantidade e tipo de peças encomendadas não vão se alterar.

Atenção às desvantagens

Ainda que seja um processo que traz diversos benefícios, a construção off-site não está isenta de desafios. O transporte das peças, dependendo de onde precisam ser entregues e de seu tamanho pode ser um problema.

Levar um caminhão para o centro de uma cidade, por exemplo, é um grande desafio.

Além disso, é preciso considerar que todo o processo logístico tem custos mais altos. 

Será necessário considerar a distância da fábrica para o canteiro, guindastes para movimentar e colocar no local exato as peças, caminhões grandes para transporte e mão de obra especializada.

Por isso, antes de decidir adotar esse sistema construtivo por suas vantagens, é essencial analisar o que esses desafios vão representar na lucratividade da construtora e custos do projeto.

Construção off-site no Brasil: a atenção à evolução tecnológica

A construção off-site, assim como muitas outras que têm surgido, são evoluções tecnológicas que já ganham força no mundo, mas que estão apenas engatinhando no Brasil.

Ainda que a demanda esteja crescendo e a indústria de construção modular esteja evoluindo, é ainda um território muito novo. 

Por isso, as construtoras devem estar atentas e pesquisar com calma se essa tecnologia realmente atende as necessidades de seus projetos.

De um modo ou de outro, o ideal é sempre conhecer bem as novas tecnologias que surgem e conhecer as oportunidades que se apresentam no setor de construção civil, preparando os negócios para investimentos futuros e para aproveitar as vantagens que aparecerem.

software de gestão de obra