armazenamento de material de construção

Como fazer o armazenamento de materiais de construção da forma correta?

Uma boa gestão de estoque e do canteiro de obras pode otimizar o armazenamento de materiais de construção e reduzir desperdícios. Descubra.

Organização e controle são as palavras-chave para todos os processos da construção civil. 

Apenas com a execução eficiente de cada uma das etapas do planejamento e da obra é possível alcançar o sucesso dos projetos e no mercado.

Ainda assim, muitas construtoras acabam se esquecendo que não são apenas os processos que exigem organização, mas também o ambiente em que eles são executados. 

Canteiros de obras e estoques devem sempre ser pensados para que a localização de tudo torne a execução da obra mais eficiente.

Saiba tudo sobre o canteiro de obras aqui >

Entenda como o canteiro de obras pode gerar mais segurança e organização para a sua obra aqui >

Por esse motivo, é essencial que toda construtora dê atenção especial ao armazenamento de materiais de construção. 

Além de garantir a facilidade de transporte e uso dos insumos, essa organização é responsável por garantir que desperdícios e aumento nos gastos não aconteçam.

Saber onde e como guardar cada material e qual a melhor maneira de manusear os materiais pode ser muito benéfico para a lucratividade da construtora e a qualidade dos projetos.

Descubra aqui como armazenar materiais de construção de forma correta e tornar as obras de sua construtora ainda mais eficientes.

A importância da organização: conheça os prejuízos

Armazenamento de materiais realizado de forma incorreta pode causar uma série de problemas para a construtora. 

Assim como todos os outros elementos de um projeto de construção civil, cronogramas, orçamentos e qualidade sofrem grandes impactos quando não se sabe como e onde colocar os insumos.

O desperdício é o principal impacto negativo da falta do controle na armazenagem. 

Sem conhecer e respeitar as necessidades de proteção de cada material os riscos de que eles quebrem, criem mofo, sejam esparramados ou passem do prazo de validade é muito maior.

Perder materiais significa ter que fazer novas compras, o que significa gastar um dinheiro que não estava previsto no orçamento, aumentando o custo da obra e reduzindo a margem de lucro prevista.

Outro grande impacto é o cronograma. 

Saiba como melhorar o cronograma de obras aqui >

Descobrir que um material do armazém está quebrado ou, por outro motivo, não pode ser utilizado exige uma nova compra. 

Isso significa que a equipe deverá esperar que o pedido seja feito e a compra seja entregue pelo fornecedor, causando atrasos na obra.

Todos esses problemas causam grandes prejuízos de qualidade, uma vez que a construtora tende a compensar o custo a mais e o tempo perdido acelerando a execução dos trabalhos e buscando alternativas mais baratas.

Para evitar enfrentar esses problemas é essencial conhecer o modo correto de armazenamento de materiais de construção.

Armazenamento de materiais de construção na obra: o jeito certo de fazer

Cada tipo de material tem suas exigências no que diz respeito a como e onde armazenar. 

Existem algumas dicas que podem tornar o canteiro de obra e o estoque mais organizado e que garantem que sua construtora não se prejudique por perda de materiais.

1 – Umidade é inimiga do cimento

Parece óbvio, não é? 

Ainda assim, muitas construtoras ignoram o fato de que umidade não é cimento em contato com água, mas em ambientes que parecem secos, mas não estão.

Essa dica, na verdade, não vale só para o cimento, mas também para cal, areia e outros materiais sensíveis a água. 

São materiais que exigem um espaço impermeável para armazenagem, cobertos e com paletes ou tábuas, evitando que estejam em contato com o chão.

Empilhar sacos de cimento exige certa atenção. 

É essencial deixar espaços entre uma pilha e outra para que o ar circule e a umidade do ar não se acumule por falta de ventilação.

Colocar os sacos empilhados de forma alternada, um de frente e um de lado, também é importante, evitando que desmoronem e corram o risco de se romper ou cair sobre algum trabalhador.

2 – Superfícies planas para a areia

Areia é um material fino e, por isso, se acumula muito em reentrâncias, causando desperdício. Manter a areia em superfícies planas é essencial para que os desperdícios sejam reduzidos.

É essencial pensar, também, na inclinação da superfície, uma vez que ela pode fazer com que o material se espalhe o que, além de ser outro desperdício, causa muita sujeira.

Como já mencionamos, a areia também é muito afetada pela umidade, por isso, sempre que não estiver sendo usada, é essencial que seja coberta com plásticos ou lonas, evitando problemas com umidade.

3 – Proteja as pilhas de tijolos

Tijolos devem ser protegidos da chuva e do sol, mesmo não sendo tão delicados quanto a areia e o cimento. 

Essas condições podem danificar os tijolos, tornando-os mais frágeis, percam aderência à massa de cimento ou se tornem mais pesados. 

Colocar uma lona ou plástico, como se faz com a areia, pode ser uma solução eficiente.

No momento de empilhá-los também é preciso ter atenção. 

Utilizar o mesmo padrão dos sacos de cimento ajuda a manter o equilíbrio e reduzir riscos de acidentes. 

Pilhas muito altas também são perigosas.

4 – Cuidado com pisos e revestimentos

Pisos e revestimentos são materiais de construção frágeis e que podem se quebrar facilmente. 

Ter cuidado no transporte e manuseio é essencial para manter sua integridade e, uma vez quebrados, não podem ser usados, já que tiram a qualidade do acabamento.

Ao armazenar esses materiais, tenha o cuidado de não fazer pilhas grandes para que o peso não danifique as peças da base e coloque-os sempre em locais protegidos, evitando que chuvas de granizo, passagem de máquinas e equipamentos e outros incidentes possam estragá-los.

5 – Telhas devem ser inclinadas

O grande problema do armazenamento de telhas é que muitas construtoras seguem o padrão dos tijolos. 

Como seu formato é diferente, armazená-las em superfície plana não é a melhor alternativa e aumenta o risco de que elas se quebrem.

O ideal é sempre colocá-las um pouco inclinadas, garantindo equilíbrio e um apoio mais firme.

Gestão de estoque para o armazenamento de materiais mais eficiente

Manter a integridade dos materiais é essencial e cuidar da armazenagem de materiais de construção da forma correta é sempre o primeiro passo. 

No entanto, garantir que esse armazenamento se torne um diferencial estratégico exige muito mais controle.

Uma construtora que consegue organizar a logística de entregas e canteiro de obras está sempre um passo a frente dos riscos de perda de materiais e desperdícios.

Leia mais sobre a gestão do estoque aqui >

Uma das melhores alternativas para garantir o máximo de eficiência é realizar um software de gestão de estoque. 

Com o controle de quando e qual material sai do armazém para o canteiro de obra e as necessidades que cada um deles possui garante que a integridade seja mantida mesmo no transporte.

Quer saber mais sobre como otimizar a gestão de obras? Acesse o blog Obra Prima e veja todas as novidades do mercado de construção civil.

Receba conteúdos exclusivos sobre Construção Civil

Fique por dentro de tudo o que acontece na Construção Civil com a melhor newsletter do setor.

Sugestão de conteúdo: