Fiscal de obras: por que a sua construtora precisa de um?

Fiscal de obras: por que a sua construtora precisa de um?

O fiscal de obras desempenha um papel muito importante para os seus projetos e para a construtora. Descubra quais são as responsabilidades desse profissional e porque ele é essencial para o andamento das obras. 

É preciso colocar vários procedimentos em prática para que um projeto consiga atingir o seu objetivo. Assim como são necessários diversos profissionais diferentes. Na construção civil isso não é diferente!

Entre esses profissionais está o fiscal de obras que se faz essencial durante a fiscalização de obras públicas. 

Entenda a seguir o papel e as atribuições do fiscal de obras na construção civil. 

O que é a fiscalização de obras? 

Segundo o Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (CONFEA), a fiscalização de obras é uma atividade composta pelo controle técnico de um serviço ou uma obra

O objetivo da fiscalização é analisar e averiguar se a execução está seguindo o projeto, além das especificações e do cronograma estabelecido. 

Na Lei Federal 8666, a fiscalização de obras é descrita como um serviço técnico profissional especializado. 

O ponto central é a fiscalização de obras desempenhar um papel social muito importante, uma vez que os recursos precisam ser usados de uma forma eficaz, econômica e altamente eficiente. 

Para quem atua no ramo da construção civil, arquitetura e engenharia, é essencial entender o que faz um fiscal de obras e qual a sua importância para o andamento do projeto. 

O que faz um fiscal de obras?

Um fiscal de obras atua na análise e vistoria dos projetos, como já foi dito anteriormente.

Esse profissional vai guiar e fiscalizar as atividades e obras da construção civil. Além de elaborar relatórios de vistorias feitas para garantir a continuidade dos serviços. 

Ele também vai avaliar e otimizar as etapas dos serviços feitos dentro do cronograma proposto pelo projeto. 

Quais são as funções do fiscal de obras?

As principais funções desse profissional são:

  • assegurar que a contratada está cumprindo de maneira integral todas as obrigações estipuladas no contrato;
  • solicitar que seja adicionado prazos em contratos, acréscimos de quantitativos ou até novos serviços.

Ele desempenha diferentes papéis ao longo da obra que vão desde ter um arquivo completo e atualizado com todas as informações do projeto até aprovar a substituição de algum material, serviço ou equipamento solicitado pela contratada.

A importância de contratar um bom profissional

Esse ponto é válido para todos os cargos e colaboradores presentes no processo de execução do projeto. 

É preciso fazer a contratação de um bom fiscal de obra, que tenha conhecimentos de como usar os métodos e com disciplina para garantir que a obra vai seguir aquilo que foi planejado anteriormente. 

A importância de um profissional qualificado para obras públicas se faz ainda mais essencial, porque é necessário cumprir fielmente o orçamento estabelecido durante a licitação. 

Obviamente, as obras subfaturadas ou superfaturadas podem trazer problemas para a construtora, seja na esfera judicial ou até na credibilidade da empresa.

Como o fiscal se faz presente em todas as etapas e faz o acompanhamento de obras, é importante conhecer o seu papel nas três etapas: 

Início da Obra

O ponto inicial que o fiscal precisa conhecer para realizar a fiscalização de obras de maneira adequada é conhecer plenamente o projeto e o contrato. 

Sem isso, irá perder o ponto de referência quando for analisar se os procedimentos estão sendo feitos do jeito certo. 

Por isso, o fiscal de obras precisa ter a cópia da documentação da obra.

Ele também precisa manter uma cópia no canteiro de obras, um arquivo completo e atualizado com todas as informações e dados sobre especificações do projeto, contrato, cronogramas, memoriais, ART, entre outros. 

Leia também: 

O que é a ART e qual é a sua importância para a construção civil – Obra Prima

Durante o desenvolvimento da obra

O fiscal de obras atua de maneira mais incisiva nessa etapa da obra, uma vez que ele coloca em ação as suas funções principais. 

De maneira geral, a fiscalização de obras acontece todos os dias, as visitas técnicas precisam acontecer, principalmente, durante a realização dos procedimentos com uma complexidade mais elevada e que precisam de um cuidado maior. 

Neste momento, o fiscal de obras também precisa elaborar, registrar e fazer medições conforme cada etapa vai sendo finalizada. 

Ele também precisa dar a sua opinião se é necessário ou não aditamento de contratos, se mantendo em direta comunicação com o seu superior, deixando ele a par do andamento da obra e da fiscalização do projeto. 

O fiscal desempenha um papel soberano nesta etapa, assim, ele tem o poder de paralisar e pedir a restauração de qualquer serviço feito na obra, para que seja realizado seguindo as exigências legais e de qualidade impostas. 

Ele também tem autonomia para pedir a compra de novos equipamentos e materiais, no caso de algum apresentar defeitos. 

Conclusão da obra

Depois do término da obra, o fiscal precisa analisar e aprovar os desenhos conforme eles foram construídos. 

Se esta etapa for finalizada, o empreendimento é destacado provisoriamente e recebe o Termo de Recebimento Provisório. 

Após esse termo, se estende um prazo de 3 meses, ou 90 dias para que sejam feitas as revisões necessárias para deixar o projeto com todos os graus de exigência de qualidade. 

Depois dessa etapa, o projeto recebe o Termo de Recebimento definitivo. 

Dicas para que a sua obra seja aprovada na fiscalização

Para encerrar, algumas dicas para que a sua obra seja aprovada na fiscalização. 

  • No seu planejamento, faça um levantamento das principais etapas e tarefas que precisam ser feitas ao longo do projeto;
  • Os suprimentos são parte importante da obra e não é bom para os projetos quando eles sofrem atrasos devido a falta de materiais e insumos. Organize e cobre a sua equipe para que os produtos e insumos sejam aprovados com maior antecedência possível e não sofram atrasos;
  • Nas suas metas, uma equipe atualizada sobre os seus objetivos na construção faz toda a diferença;
  • Estude e avalie os riscos e os problemas que podem causar algum impacto no seu andamento da obra. Tome as medidas da maneira mais rápida e eficaz possível para evitar ou resolver essas questões.

Entendeu o que faz um fiscal de obras? Qual é o seu papel e importância ao longo dos projetos? 

Para saber mais sobre as funções e dicas do mundo da construção civil, acompanhe o blog do Obra Prima

Software de gestão de obras