Frete FOB: o que é e como funciona?

Frete FOB: o que é e como funciona?

Sabe o que é frete FOB e como funciona na construção civil? Vamos explicar tudo que você precisa saber! 

O termo FOB, vem do inglês Free On Board (livre à bordo, em tradução livre)  é mais utilizado no comércio marítimo. 

Essa é uma das 11 siglas usadas pelo Incoterms, uma proposta de termos internacionais de comércio para descrever tipos diferentes de transportes de carga. 

Na prática, FOB determina que a responsabilidade pela segurança da carga é do cliente. Isso inclui: 

  • custos de transporte;
  • transporte final até o lugar que a carga vai ser usada;
  • seguro da mercadoria.

Ou seja, quem arca com os custos é o destinatário final que vai receber essa mercadoria. 

Dessa maneira, no modelo de frete FOB, a carga não é entregue no seu destino final onde ela vai ser usada, mas em outro lugar. 

Então, depois disso, é necessário organizar um novo transporte da carga até o seu destino final. 

Ou seja, dá para notar como a logística de transporte de materiais de construção pode ser afetada em uma obra por causa desse frete. 

Mas, primeiro, é necessário saber como o FOB funciona, depois fica fácil entender quais são as consequências no transporte de materiais de construção.  

Dessa maneira, você vai saber em que momentos é melhor optar por esse frete no lugar de outros. 

Como funciona o FOB?

No momento em que o comprador faz um pedido de orçamento dos itens que precisa, já aparece na cotação registrando o tipo de frete em que os materiais de construção serão entregues. 

No geral, os fretes mais utilizados são FOB e o CIF. Importante você saber que um é oposto ao outro. 

Enquanto no frete CIF a mercadoria é entregue direto no canteiro de obras e a responsabilidade de segurança e transporte é do vendedor.

No frete FOB, o papel do vendedor acaba no momento em que a mercadoria é despachada.

Geralmente, essa carga é entregue em depósito ou fábrica e não no canteiro de obras. 

Dessa forma, no geral, quando os materiais de construção são vendidos com o frete FOB, o preço é mais baixo. 

Isso acontece porque existe uma dedução do frete e do seguro. 

Porém, depois que a mercadoria chega no local combinado, o comprador precisa fazer o transporte até o destino final: o canteiro de obras, de acordo com o plano de trabalho. 

Como o frete FOB afeta o transporte de materiais de construção?

Podemos dizer que o modelo de frete FOB pode ser uma vantagem ou também um problema para o transporte de materiais de construção. 

Isso porque em lugares de fácil acesso e grande quantidade de materiais de construção e mercadorias usadas simultaneamente, pode ser melhor usar o CIF, por exemplo. 

Dessa maneira, a logística fica mais fácil e simples, uma vez que os materiais de construção serão entregues direto no canteiro de obras de maneira segura. 

Mas, existe um outro lado! 

Em obras distantes ou com um acesso complicado, o custo do frete de cada um dos itens pode ter um impacto muito grande no orçamento final. 

Por isso, nesse tipo de situação, é melhor optar pelo frete FOB, que possibilita ser mais flexível na gestão da entrega dos materiais de construção no canteiro de obras.

Isso vai reduzir o tempo, os custos e até tornar o processo mais seguro! 

3 cuidados para se tomar

Agora que você já tem uma ideia de como esse frete funciona, confira três pontos importantes para prestar atenção. 

1. Identificação do modelo de frete

O primeiro cuidado que precisa ser tomado quando estamos falando do frete FOB é com a identificação do modelo já no orçamento que vai receber dos fornecedores. 

Isso porque muitos orçamentos não deixam evidente que o frete em questão é o FOB, e se limitam a colocar no rodapé ao enviar a proposta. 

E isso é uma informação muito importante que vai afetar MUITO o seu planejamento

2. Cálculo correto dos preços no orçamento de obra

Não se esqueça de colocar o preço do frete e do seguro do transporte dos materiais! 

Mas também existem outros pontos que você precisa saber e prestar atenção, por exemplo: deixar de lado a possível mudança no preço do frete no caso de itens importados. 

3. Logística da entrega dos materiais de construção

Esse é um outro ponto MUITO importante para prestar atenção!

Um bom planejamento de logística é capaz de economizar não só tempo, mas também dinheiro! 

Ou seja, tenha em mente os prós e contras de cada um dos fretes antes de escolher a melhor opção para o seu projeto. 

Leia também:

5 dicas para otimizar a cotação de preços de materiais de construção – Obra Prima

A melhor escolha para cada obra da sua construtora

Agora que você já sabe um pouco mais sobre o frete FOB e até o frete CIF, vai ficar mais fácil escolher para cada obra. 

Para ficar por dentro de tudo que acontece na construção civil, siga o nosso Instagram e acompanhe o nosso blog

Estamos sempre compartilhando conteúdos exclusivos que vão ajudar você e a sua construtora a crescer. 

Experimente o nosso software de gestão de obras