Engenheiro fazendo o gerenciamento de obras

Cuidados que você deve ter com uma obra para não acabar no prejuízo

Obras atrasadas e mais caras do que o previsto são alguns dos principais pesadelos de profissionais da área de construção civil. Isso porque impactam negativamente na rentabilidade do projeto e, assim, no lucro da obra

O que nem toda construtora sabe, porém, é que existem alguns cuidados que podem ser tomados para evitar que os projetos resultem em mais prejuízo do que lucro. Tudo começa com um bom planejamento e com a eficácia do gerenciamento de obras.

Gerenciar obras com sucesso é fazer controle, gestão e planejamento de equipe, tempo e recursos para garantir a saúde, qualidade e a lucratividade da obra. Quando bem-sucedido, o gerenciamento de obras pode até detectar problemas e identificar soluções para situações mais difíceis. E ainda a cumprir metas e diretrizes. 

O gerenciamento de obras está aí para garantir que tudo vai ocorrer dentro do tempo e orçamento proposto.

Confira quais cuidados você deve ter com os serviços prestados pela sua consultora para fazer do gerenciamento de obras seu aliado para a lucratividade!

5 pontos de atenção para evitar que o gerenciamento de obras interfira negativamente na lucratividade da obra

Descubra quais práticas evitar para manter a eficácia do gerenciamento de obras e garantir um bom retorno financeiro para as execuções de sua empresa.

1. Não negligencie o estudo de viabilidade

É com o estudo de viabilidade técnica e econômica que a construtora pode avaliar os custos de construção do imóvel, além das possibilidades de venda. Uma forma de entender se realmente vale a pena o investimento ou não.

Esse levantamento deve considerar pontos como custos envolvidos, materiais e métodos a serem usados em sua execução. E também fatores como autorizações necessárias para a obra, limitações legais, taxa de ocupação, restrições geotécnicas e zoneamento urbano.

O estudo de viabilidade apresentou um alto custo a ponto gerar mais prejuízo do que lucro para a construtora? Então, talvez não valha a pena seguir com a construção prevista.

2. Estude o orçamento 

Tenha bastante atenção ao fazer o levantamento de custos para a construção da obra. Assim, riscos podem ser reduzidos e o gerenciamento de obras ser aperfeiçoado.

Os valores não estão condizentes com a realidade financeira da sua empresa? Então, é muito provável que no futuro ocorram compras emergenciais que não entrem no controle financeiro da obra. Mantenha os olhos abertos.

Aqui vão algumas dicas extras para estudar e garantir um orçamento assertivo:

  • Acompanhe como vai a inflação no país para saber quando é hora de comprar materiais e alugar equipamentos, além de reajustar custos caso seja preciso
  • Pesquise sobre técnicas de formação de preços para facilitar seu trabalho
  • Leve em consideração que cada localidade deve ter um preço e que orçamentos não podem ser misturados

2. Controle suas atividades, insumos, pessoas e prazos

Já pensou a bola de neve que o orçamento se torna quando falta controle no pedido de materiais e no prazo de entrega da obra? Tudo sai bem mais caro e muitas vezes a construtora pode não estar preparada para isso.

Portanto, procure observar todos os detalhes importantes para o gerenciamento de obras para evitar custos desnecessários.

3. Evite agir por improviso para resolver imprevistos

Se os imprevistos são velhos conhecidos dos profissionais que trabalham com construção civil, o improviso para lidar com eles é o inimigo.

Para evitar problemas e garantir a sincronia entre entrega de materiais e a produtividade da equipe de trabalho, não deixe de estabelecer um cronograma de obras.

4. Acompanhe os trabalhos realizados no canteiro de obras

Fazer a gestão de canteiro de obras é uma forma de evitar desperdícios de materiais e, com isso, reduzir os custos da construção e elevar o lucro.

Esse acompanhamento deve envolver o uso correto dos itens de construção, além do controle da equipe de trabalho, esclarecimento a possíveis dúvidas, garantia de segurança e prevenção de erros. 

5. Use a tecnologia para otimizar o gerenciamento de obras

O gerenciamento de obras pode ser bem mais simples do que você e a sua construtora imaginam. 

Com o avanço da tecnologia já é possível contar com a ajuda de softwares de gestão de obras para otimizar essa tarefa por um preço bastante acessível. O que permite um maior controle desde o planejamento ao acompanhamento dos trabalhos realizados no canteiro de obras.

Com uma tecnologia focada na construção civil sua construtora pode reduzir erros, organizar melhor os trabalhos e ter mais controle sobre os processos.

Como você pode ver, o gerenciamento de obras exige atenção a uma série de detalhes. Mas quanto mais sua empresa se atentar a eles, maiores as chances de que termine as obras dentro do prazo, alcance a satisfação do cliente e gere lucros reais. 

E aí, está pronto para melhorar ainda mais seus processos em relação ao gerenciamento de obras? Se ficar com qualquer dúvida é só nos escrever!