Locação de equipamentos para a construção civil

Locação de equipamentos para a construção civil: vantagens e dicas

Locação de equipamentos pode ajudar construtoras a melhorar a lucratividade, mas apenas se utilizada de forma correta. Descubra.

A execução de obras da construção civil depende de uma grande variedade de equipamentos de alto custo, mas não tanto na locação de equipamentos. Compactadores de cimento, betoneiras, andaimes, guindastes, containers e muitas outras estruturas, no entanto, podem ter um custo de aquisição muito grande.

O alto gasto de dinheiro para aquisição, a dificuldade de possuir espaço de armazenamento e o uso pouco frequente que muitos desses equipamentos acabam apresentando acabam por tornar a compra inviável para muitas construtoras.

Por esse motivo, uma das alternativas mais viáveis e procuradas no setor tem sido a locação. Ela se coloca como uma possibilidade de otimização de custos e aumento na produtividade sem tantos riscos de perda de dinheiro.

Claro, a locação de equipamentos não é tão simples e depende de uma boa gestão de estoque, financeira, de cronograma, orçamento e equipes. Com isso, a opção de locação é, muitas vezes, deixada de lado pelas construtoras ou acaba não oferecendo a segurança e lucratividade buscada.

Conheça aqui as vantagens e receba as principais dicas sobre a locação de equipamentos na construção civil.

Vantagens da locação de equipamentos

A atual realidade de crise do mercado exige que construtoras repensem sua forma de gastar dinheiro. Ainda que a construção civil tenha sobrevivido a crises anteriores e esteja mantendo seu crescimento na pandemia, gerenciar de forma eficiente os recursos é essencial para evitar problemas futuros.

A  vantagem que a locação de equipamentos oferece? 

Garantir o uso inteligente do dinheiro e reduzir desperdícios. Equipamentos do setor de construção tem usos muito específicos e, por isso, a locação auxilia na logística de gastos e armazenamento.

Imagine um andaime que não é utilizado para reformas e construções sem altura. Comprar um andaime para um projeto específico significa deixá-lo guardado durante a execução das próximas obras.

Com isso, a construtora terá, além da compra do andaime, que investir dinheiro em espaço de estoque, constante manutenção para evitar ferrugem, proteções contra umidade, além do transporte do canteiro para a armazenagem e, no momento de um segundo uso, para o canteiro de volta.

Os custos de todo esse processo podem ser muito altos, especialmente para pequenas e médias construtoras. Além disso, o custo de locação, dependendo do tempo de uso e do equipamento, será mais baixo que o valor de compra.

Assim temos como vantagens da locação:

  • Redução de custos com logística de transporte;
  • Menor necessidade de espaço de estoque;
  • Menores custos com manutenção de equipamentos parados;
  • Valor gasto para ter o equipamento no canteiro mais barato;
  • Menos investimentos em proteção contra danos.

Pesquise bem as possibilidades e veja qual a melhor alternativa para as obras de sua construtora.

5 dicas para a locação de equipamentos na construção civil

Para garantir que a locação de equipamentos seja a melhor opção para a construtora, é importante saber como tomar as melhores decisões na hora de fechar contratos. Conheça aqui 5 dicas que toda construtora deve seguir para tomar a melhor decisão.

1. Compare preços

Sim, parece óbvio, mas muitas vezes construtoras deixam de pesquisar só porque o primeiro fornecedor cabe no orçamento. Isso acontece, principalmente, quando a locação acontece por urgência em ter o equipamento no canteiro de obras.

Já demos essa dica para a compra de materiais e ela vale pelos mesmo motivos para o aluguel de equipamentos. Qualquer necessidade de urgência sempre sairá mais caro. Por isso, pesquisar bem preços dos fornecedores pode garantir que os melhores negócios sejam feitos.

Claro, o ideal é sempre organizar o planejamento e o cronograma para que os contratos de locação sejam feitos com tempo, calma e cuidado, não por emergência. Uma gestão de obras eficiente, então, é indispensável.

Ao pesquisar, se informe sobre:

  • Flexibilidade no aumento ou redução do volume de itens alugados;
  • Condições de pagamentos;
  • Logística e datas de entrega em relação ao cronograma;
  • Exigências sobre armazenamento no canteiro de obras.

2. Avalie as condições dos equipamentos

Buscar preços baixos e boas condições de pagamento é importante, mas quando falamos em equipamento não são a principal prioridade. Avaliar as condições do equipamento alugado antes que ele chegue ao canteiro é essencial.

Saber se as manutenções estão em dia, se o equipamento funciona bem, se existem danos físicos que podem gerar problemas durante o uso e outros detalhes é uma forma de se proteger.

Afinal, se a construtora optou pela locação para reduzir custos e aumentar a produtividade, não faz sentido correr o risco de ter um equipamento que não funciona no canteiro. Equipamentos quebrados geram mais custos e atrasos para a substituição do que os previstos.

Outro ponto a ser avaliado é se a empresa oferece o transporte do equipamento até o canteiro de obras ou se esse custo deverá sair do orçamento da construtora. Não se esqueça desse detalhe, ele é muito importante e é uma surpresa que você não quer ter durante a execução do projeto.

3. Cálculo de produtividade e necessidade

Alugar um equipamento que talvez seja necessário e que talvez aumente a produtividade é um custo e aposta que a construtora não precisa. Promessas de investimento, principalmente em equipamentos mais tecnológicos, são sempre bonitas no papel, mas você precisa conhecer a realidade do investimento.

Calcule a produtividade da equipe e o quanto ela será melhorada com aquele equipamento, analise o cronograma e saiba quando ele será necessário. Dessa forma, você evita pagar mais semanas de aluguel com um equipamento parado e tem a certeza de que o custo daquele maquinário realmente trará melhores resultados e lucratividade.

Esse cálculo é importante por ser a única forma de saber se o equipamento mais barato é, realmente, a opção que oferece melhores condições. Lembre-se, um equipamento mais caro pode compensar seu custo oferecendo alta produtividade.

4. Treinamento dos funcionários

Muitos equipamentos exigem mão de obra qualificada. Uma vez que a construtora sabe da necessidade de um equipamento específico é uma boa ideia investir em treinamento de funcionários.

Com o treinamento e preparação adequados para que seus próprios funcionários utilizem os equipamentos a necessidade de terceirizar buscando mão de obra qualificada será menor.

Mão de obra qualificada sempre tem custos mais altos e investir nos funcionários da empresa, mais do que uma forma de reduzir custos, é uma forma de motivar e reconhecer a importância de cada trabalhador. Empregados motivados oferecem maior produtividade.

5. Gerencie os equipamentos alugados

Alugar e receber no canteiro de obras não é o fim do percurso na locação de equipamentos na construção civil. A responsabilidade pelo uso e eficiência do equipamento em uso é da construtora e, por isso, é essencial gerenciar todos eles.

Saber como, onde e quando os equipamentos estão sendo usados, monitorar seu estado de conservação, garantir que sejam guardados corretamente no fim do expediente e outros detalhes é essencial.

Apenas com essa gestão de equipamentos é possível garantir que sua integridade física seja protegida e que ele ofereça toda a produtividade e eficiência buscada. Com isso, atrasos por equipamentos que param de funcionar ou por falta de produtividade são prevenidos e é possível conseguir o máximo retorno do investimento.

Locação de equipamentos na construção civil: otimizando o controle financeiro

Controlar os custos de uma obra depende de estar atento a cada detalhe e a locação de equipamentos é um deles. O controle financeiro se beneficia muito das economias que o aluguel oferece em relação à compra.

Descubra quais são as melhores práticas para o controle financeiro aqui! >

Claro, se sua construtora quer conseguir os melhores resultados é sempre importante tomar as decisões com base em dados concretos e atenção aos detalhes. Então, associar a gestão de equipamentos e o controle financeiro com um bom sistema de gestão de obras pode ser a chave do sucesso.

Quer descobrir como otimizar ainda mais cada um dos pontos que devem ser pensados no momento de alugar equipamentos? Fique de olho nos conteúdos Obra Prima sobre controle financeiro e gestão de obras e tenha o sucesso de seus projetos a um clique de distância.

Banner 2: Infográfico planejamento de obras