Planejamento e controle de obras

Planejamento e controle de obras: como evitar erros?

Saiba como melhorar o planejamento e aumentar o controle de obras de sua construtora com algumas dicas simples.

O planejamento de obras é etapa essencial para toda construtora que deseja garantir que a execução de seus projetos ocorra sem muitas surpresas, riscos e problemas.

Todo o controle de orçamento e cronograma, qualidade de resultados e a capacidade de atender às expectativas dos clientes depende de um bom controle de obras, que só é conquistado com um planejamento detalhado e sem erros.

Mesmo que todas as construtoras já saibam disso, muitas ainda cometem equívocos por não dar atenção a alguns elementos básicos e que causam erros de grande impacto na obra e na lucratividade da empresa.

Descubra aqui como fazer um planejamento otimizado e eliminar falhas que prejudiquem o andamento e controle de obras na construção civil.

Saiba como fazer um planejamento de obras eficiente

Existem muitas dicas que podem otimizar um planejamento de obras na construção civil e garantir que a execução dos projetos seja um sucesso. 

Ainda que sejam muitas, de nada adiantam as dicas se dois passos fundamentais não forem seguidos:

1. Sempre faça o estudo de viabilidade

O sucesso de uma obra depende da construtora ter recursos suficientes para executá-la até o final e o projeto ser rentável, ou seja, que ofereça lucratividade para a empresa.

É isso que o estudo de viabilidade verifica.

Se os custos podem ser cobertos e se o tempo e dinheiro gastos no projeto vão oferecer retorno para a construtora, principalmente quando são obras construídas para serem vendidas.

Nesse estudo, orçamentos, cronogramas, documentação e insumos são avaliados minuciosamente e geram um banco de dados muito importantes para a otimização do controle da obra e para futuros projetos.

Leia também: 

9 cuidados essenciais ao realizar o estudo de viabilidade econômica de obras

2. Acompanhamento dia a dia da execução

Mesmo com o estudo de viabilidade dizendo que vale a pena seguir e com um planejamento estruturado, a obra ainda pode gerar prejuízos por conta dos diferentes imprevistos que podem atingir a construção civil.

Por isso, realizar um acompanhamento de obras diário é essencial para que o que se esperava no planejamento seja o resultado conseguido após finalizar o projeto. 

Aqui não falamos apenas do lucro, mas também da qualidade e cumprimento de prazos.

É preciso verificar, seja com Relatórios Diários de Obras, Cronogramas Físico-Financeiros ou outro documento de acompanhamento (ou todos juntos), se pequenos problemas que causem impactos negativos não estão passando despercebidos antes que seja tarde para corrigir.

Leia também:

Dicas básicas sobre como elaborar um cronograma de execução de obras

4 erros a serem evitados e corrigidos para controle de obras de sucesso

Agora que você conhece dois dos mais importantes elementos na hora de conquistar sucesso com um planejamento é hora de descobrir quais são os erros que podem ser cometidos na hora de elaborá-lo e que prejudicam seu controle de obras.

Existem 4 erros principais que toda construtora deve saber evitar ou, pelo menos, corrigir:

1. Orçamentos ineficientes

O orçamento feito de forma correta é a única forma de garantir que a construtora e o cliente tenham como pagar por todos os insumos da obra. 

Erros no orçamento geram atrasos de pagamento, multas, falta de materiais e, em casos mais graves, a impossibilidade de terminar a execução do projeto.

Tomar o estudo de viabilidade como base para o orçamento, utilizando cálculos e projeções de custos com base em necessidades reais é o primeiro passo para não cometer erros.

O segundo é pesquisar com cuidado custos com fornecedores da construção e utilizar documentos como a Tabela Sinapi para garantir que são custos atualizados e de acordo com a realidade do mercado. 

Não esqueça de considerar a realidade da construtora com o BDI.

O terceiro e último elemento para um bom orçamento é analisar bem o cenário, os riscos da obra e estabelecer uma margem de emergência nos custos, para cobrir gastos caso imprevistos aconteçam sem afetar o orçamento ou lucratividade.

2. Cronograma estruturado e bem analisado

O cronograma sempre deve ser pensado de forma estratégica. 

Ele deve considerar cuidadosamente:

  • o tempo que cada atividade leva para ser completada
  • a produtividade da equipe
  • a possibilidade de imprevistos como chuvas ou acidentes
  • as atividades que podem ser feitas ao mesmo tempo e as que exigem esperar.

Analisando cuidadosamente cada detalhe é possível estruturar uma linha do tempo de execução da obra realista e que considere a logística de materiais e movimentação da mão de obra.

Evitar atrasos exige considerar cada peça como essencial para o funcionamento da obra como um todo. 

Basta um cálculo de quanto tempo uma atividade leva para ser finalizada para gerar atrasos.

3. Conheça as NRs que afetam o projeto e outras questões legais

Existem muitos detalhes legais que quando ignorados geram problemas para a construtora e seus projetos. 

Não conhecer as Normas Regulamentadoras é um dos erros mais cometidos e basta ignorar um Equipamento de Proteção Individual (EPI) para ter problemas com acidentes ou com a fiscalização.

Sua construtora, ainda na fase de planejamento, deve verificar se todos os documentos exigidos, todas as licitações e tributações e todas as normas estão de acordo com a lei, evitando multas e paralisações que podem gerar atrasos e prejuízos.

4. Falha na gestão dos fornecedores

Outro grande erro no planejamento e controle de obras é não cuidar da gestão de fornecedores. 

Cronogramas e orçamentos de obras, e como consequência a execução com qualidade, dependem de fornecedores que enviam bons materiais dentro dos prazos acordados.

Um sistema de homologação de fornecedores combinado com as Fichas de Verificação de Materiais ajuda a controlar a qualidade das entregas e o compromisso que o fornecedor tem com a construtora.

Dessa maneira, sua construtora não é pega de surpresa ou prejudicada com entregas atrasadas ou má qualidade de produtos, sabendo sempre em quais fornecedores pode confiar

Suporte das tecnologias: softwares de gestão de obras para planejamento e controle diferenciados

São muitos os detalhes e elementos que devem ser controlados para que os projetos de sua construtora possam correr sem problemas e os resultados esperados sejam alcançados, satisfazendo os clientes.

Alinhar as etapas do planejamento e execução de obras é um desafio, mas que pode ser facilmente superado com as ferramentas corretas. 

Para fazer uma gestão de obras eficiente, os softwares são a melhor solução, é o que toda construtora precisa para otimizar seu controle. 

Sistemas como o software de gestão de obras Obra Prima garantem alinhamento das atividades, controle de fornecedores e uma visibilidade completa para eliminar erros e melhorar resultados dos projetos da sua construtora.

Conheça agora mesmo as funcionalidades do Obra Prima e saiba como conquistar muito mais sucesso no mercado de construção civil.

Clique na imagem abaixo para descobrir todos os benefícios que o Obra Prima oferece para o seu negócio. 

Experimente o nosso software de gestão de obras