Software de gestão de obras previne atrasos, material sobrando ou faltando, rotatividade na equipe, comunicação falha e outros problemas na construção

Resolva seus problemas de planejamento com um software de gestão de obras

Como um guia completo para a execução física de um projeto, o planejamento de obras exige atenção aos detalhes. Deve incluir o cálculo de produtividade, a cotação de materiais, o cronograma físico-financeiro, documentos, licitações, orçamentos, plantas, entre outras atividades. Por isso mesmo, pode levar tempo para ficar pronto.

O que acontece, então, na prática, é que algumas construtoras se sentem pressionadas com prazos cada vez mais apertados. Com isso, planejam as atividades com pressa e, assim, dão margem para o surgimento de problemas com o planejamento de obras.

Acidentes, equipes improdutivas ou sobrecarregadas, falta de previsibilidade e queda na qualidade dos serviços prestados são alguns exemplos. Desafios que podem parecer facilmente contornados, mas que trazem prejuízos para a lucratividade do negócio.

Você se identifica com esse cenário e os problemas com o planejamento de obras se tornaram frequentes na sua construtora? E se um software de gestão de obras pudesse te ajudar a resolver essas pendências?

Entenda neste post como esse tipo de tecnologia pode ser útil para trazer mais eficiência para as atividades e prevenir erros de planejamento de obras.

O que é um software de gerenciamento de obras?

Em suma, um software de gerenciamento de obras é um sistema que oferece funcionalidades específicas para aumentar a eficiência da gestão de obras. Uma tecnologia que ajuda a construtora a atender todas as demandas sem perder tempo ou dinheiro. Centraliza informações sobre o andamento das obras e o cumprimento do cronograma, além de facilitar o controle financeiro e a comunicação com o cliente. E todos esses dados essenciais para a gestão ficam acessíveis bem na palma de suas mãos.

Com isso, essa solução melhora ainda mais o planejamento de obras e garante obras mais lucrativas. 

Atualmente existem softwares mais complexos e específicos para grandes construtoras, como ERPs, e softwares de gestão de obras para pequenas e médias construtoras. 

As principais diferenças entre eles é que o primeiro tende a ser mais caro e a focar na gestão empresarial como um todo, já o segundo é mais acessível e visa apenas ao processo construtivo.

software de gestão de obra

Como essa tecnologia pode prevenir erros de planejamento de obras?

Ao usar um software de gestão de obras, fica mais fácil definir itens essenciais do planejamento como equipe, local, processos e materiais necessários. Também é uma forma de entender ao certo quais serviços precisarão ser realizados, quais serão os gastos por etapa da obra e os prazos envolvidos. 

Quando uma construtora usa esse recurso tecnológico durante o planejamento de obras pode eliminar incertezas, atrasos e trazer agilidade para a elaboração de orçamentos. Com isso, os custos são otimizados e a lucratividade do empreendimento é garantida.

Em outras palavras, o recurso facilita tanto a gestão de custos, equipe, insumos e processos quanto o planejamento da evolução física-financeira do projeto.

7 erros de planejamento de obras que um software de gestão de obras pode prevenir

Confira quais problemas de planejamento de obras podem ser eliminados com o uso de um software de gestão de obras:

1. Atrasos em obras

Como o software permite o acompanhamento do cronograma de obras em tempo real, os riscos de atrasos são praticamente nulos. Isso porque permite que se tenha conhecimento sobre o cumprimento de todas as atividades e etapas da construção.  

Um controle que é possível com a medição física, sistema pelo qual a construtora pode acompanhar e registrar a evolução de cada projeto.

2. Erros em cálculos de material

Outra vantagem de usar um software de gestão de obras é que gargalos em pedidos de materiais são evitados. Como o sistema facilita a cotação e a comunicação com o canteiro de obras permite maior controle do material necessário para cada etapa. 

A entrada e a saída de insumos podem ser lançadas na plataforma, assim como as notas fiscais e os registros de fluxo de materiais, garantindo uma gestão mais eficiente.

Com isso, não se corre o risco de que a equipe precise ficar parada esperando a matéria-prima chegar ao canteiro de obras para seguir o cronograma.

3. Alta rotatividade de mão de obra

Como alguns softwares de gestão de obras facilitam a comunicação com a equipe de trabalho que está no canteiro de obras, todos sabem o que deve ser feito. E os problemas causados por desalinhamentos são reduzidos, assim como a rotatividade da mão de obra.

Todos se sentem mais motivados a seguir em frente, entendendo sua importância dentro do processo construtivo.

4. Falta de envolvimento do mestre de obra e encarregados

Com a opção de enviar arquivos como fotos para registrar o andamento das obras, o mestre de obra pode indicar também as dificuldades que se tem no canteiro, o que permite uma tomada de decisão mais agilizada antes mesmo que os problemas venham a prejudicar a rentabilidade da construção.

5. Escolha errada de fornecedores

Ao contar com a ajuda do software para gerenciamento de obras, até mesmo a gestão da cadeia de suprimentos sai ganhando. Tanto a escolha quanto a relação com os fornecedores é melhorada significativamente, o que reduz problemas de planejamento de obras como atraso na entrega de materiais e matéria-prima de baixa qualidade e alto custo.

Algumas soluções permitem, inclusive, a cotação online de insumos com fornecedores.

6. Problemas de comunicação com clientes

Na correria do cotidiano no canteiro de obras, é comum que muitas construtoras usem meios informais para se comunicar com clientes. Mas o que nem todas lembram é que esse tipo de histórico é frágil e pode não chegar até onde precisa da forma correta.

Com o uso da tecnologia na construção civil, a comunicação é melhorada e o famoso telefone sem fio é evitado. Como não poderia deixar de ser, isso ajuda a elevar a satisfação do cliente, que percebe logo de cara o profissionalismo da empresa contratada.

7. Falta de recursos financeiros para etapas específicas

Com a apropriação de custos oferecida nesses softwares, a construtora pode ter uma visão completa e controlar os custos de cada etapa planejada e executada. Assim, evita prejuízos causados por gastos a mais do que o planejado.

Por que sua construtora precisa inovar no planejamento de obras?

Buscar a inovação é essencial para evitar a perda de clientes para concorrentes que já utilizam a tecnologia em benefício do planejamento de obras. Ajuda a aumentar a eficiência das atividades realizadas desde o início do processo. No mercado de construção civil, assim como em todos os outros, isso significa sair na frente.

A sua construtora já utiliza algum recurso tecnológico para otimizar o planejamento de obras e reduzir prejuízos? Compartilhe a sua experiência de uso aqui nos comentários!