Problemas de usar uma planilha de orçamento de obras

Os problemas de usar uma planilha de orçamento de obras

A planilha de orçamento de obras já foi muito utilizada no meio da construção civil, porque, durante muito tempo, ela foi uma grande ferramenta e solução. Porém, hoje, existem outras alternativas mais eficientes. 

O uso dessas planilhas para a gestão de obras pode provocar atrasos e prejuízos para a obra. Além disso, elas não são completamente seguras e não estão integradas. 

Por se tornarem obsoletas ao longo do tempo, muitas empresas estão migrando para os sistemas online. 

Embora pareça uma boa estratégia de organização, o uso de planilha para o orçamento de obras gera riscos para o empreendimento. 

Riscos que podem estar relacionados a atrasos, prejuízos financeiros, perda de informação, falha de comunicação, entre outros. 

Estando ciente da importância de tornar os projetos mais eficientes, é necessário saber como realizar o planejamento de orçamento de obras de maneira precisa. 

Caso contrário, é possível se surpreender com alguns custos que não estavam previstos. 

Como já foi dito, existem alguns riscos que corremos ao utilizar uma planilha de orçamento de obras, entre eles estão:

  1. Atrasos
  2. Trabalho manual
  3. Qualidade de informações
  4. Segurança

Para entender melhor cada um desses pontos, vamos falar um pouco mais sobre eles.  

Ao usar as planilhas, informações podem acabar passando despercebidas, como, por exemplo, uma vírgula quantitativa no lugar errado. 

Gerando assim, a paralisação de uma etapa e, por consequência, atraso no prazo de entrega do projeto. 

Leia também: 

Dicas básicas sobre como elaborar um cronograma de execução de obras

Esse fator está relacionado ao anterior, afinal, o uso da tecnologia como uma solução para automatizar algumas tarefas não virou tendência à toa. 

O ser humano é falho por natureza e essas falhas podem atrapalhar serviços que precisam de atenção, como as planilhas, por exemplo. 

Uma vez que elas apresentam uma quantidade gigante de informações – principalmente relacionadas ao orçamento de obras.  

Assim, o motivo principal para não usar esse recurso no planejamento são as chances de erros que podem acontecer e passar despercebidos. 

Quando as planilhas são utilizadas para realizar o orçamento de obras, um dos maiores riscos é a qualidade dos dados. Isto é, planilhas podem não ser a melhor escolha para dar ideias relacionadas ao orçamento de obras.

Por exemplo, a riqueza das informações de custos variáveis e fixos e o detalhamento de insumo por insumo presente no orçamento pode ser usada para tomar decisões. 

E, quando pensamos que é necessário avaliar o resultado geral de um projeto, a falta de entendimento desses detalhes pode gerar surpresas indesejadas no futuro. 

Leia também: 

Tabelas de preço da construção civil: quais são e como utilizá-las

Por fim, quem faz as planilhas de orçamento de obras, normalmente, reaproveita um modelo de planilha que já existe. 

Porém, essa prática pode trazer algumas confusões e o gestor pode acabar embaralhando alguns dados importantes. 

Não só isso, mas também a falta de segurança com informações tira tempo do gestor, que vai precisar dedicar o seu tempo para conferir os dados. 

O que, novamente, está muito relacionado com o tópico acima de qualidade de informações. 

Primeiro de tudo, já foi possível entender que uma planilha para fazer o orçamento de obras não é o ideal para a gestão de projetos. 

Por isso, é necessário encontrar soluções que tornem esse planejamento mais estratégico e efetivo. 

Todo dia a tecnologia ganha mais espaço no desenvolvimento do setor da construção civil.

Com um software de gestão de obras é possível ter uma visão geral sobre o andamento da obra, entendendo quais são as possíveis entradas e saídas que vão impactar de maneira direta o orçamento. 

Como na avaliação de fornecedores de matéria-prima necessária, custos fixos e despesas operacionais, entre muitos outros. 

Os dados e informações gerados em relatórios devem indicar quais são os principais pontos de atenção, dando margem para a tomada de decisão ligadas diretamente ao sucesso do projeto. 

É fundamental, portanto, investir em formas de criar o orçamento de obras com mais precisão. 

Essa é a ideia de usar um software de gestão de obras integrado que controla orçamentos, a área financeira e o andamento da obra. 

Além de aumentar muito a eficiência, ao utilizar esses sistemas a gestão é otimizada e a produtividade enriquecida. 

Fatores que também estão relacionados diretamente com o sucesso da obra. 

Utilizar uma planilha de orçamento de obras pode gerar vários problemas e desafios para a sua construtora. Apesar de ser uma das ferramentas mais comuns!

Então na hora de escolher o sistema para ajudar na gestão de projetos, aposte em um software criado para essa função. 

Esse é o caso do Obra Prima, o software que melhora a qualidade e aumenta a velocidade dos processos financeiros da sua obra. 

E também traz diversas vantagens e facilidades para a sua rotina trabalhando na construção civil. 

Confira nosso blog para mais informações e já marque a sua demonstração clicando na imagem abaixo. 

Software de gestão de obras