Sustentabilidade na construção civil: 5 selos sustentáveis

Sustentabilidade na construção civil: 5 selos sustentáveis

Sabia que existem incentivos dados através de leis para que o setor da construção civil procure por ações sustentáveis? Por meio de um melhor processamento dos produtos e resíduos é possível diminuir custos e aumentar o valor de mercado da construtora. 

Infelizmente, o setor da construção civil ainda contribui de maneira negativa para o meio ambiente.

É comum ver obras que desperdiçam recursos naturais, produzem resíduos e fazem o seu despejo sem tratamento, compram materiais sem certificação ambiental, etc. 

Para entender as consequências dessas atitudes, primeiro, precisamos saber o que exatamente é essa sustentabilidade que todos estão falando recentemente. 

Sustentabilidade

A sustentabilidade é o equilíbrio entre a equidade, economia e o meio ambiente. 

As práticas sustentáveis têm o objetivo de fortalecer a saúde e vitalidade ecológica, econômica e humana. 

Ela pressupõe que os recursos não são infinitos e devem ser utilizados de maneira conservadora e sensata. 

Sempre levando em conta as prioridades a longo prazo e as consequências da maneira como os recursos são usufruídos. 

Por isso, é importante que as construtoras devem investir em estratégias sustentáveis. 

Hoje, vamos falar dos principais selos sustentáveis para construtoras e como eles ajudam nas estratégias sustentáveis. 

Selos sustentáveis

Também chamados de selos ecológicos ou ecolabels, os selos sustentáveis certificam serviços e produtos que consideram a preservação do meio ambiente. 

Há uma variedade tão grande de selos sustentáveis que é até possível se confundir.

Existem certificados que vêm de outros países, alguns são conferidos por órgãos independentes e também existem aqueles que são auto declaratórios.

Hoje, vamos conhecer 5 desses selos: 

  1. Selo Casa Azul da Caixa Econômica Federal
  2. AQUA-HQE
  3. Certificação Leed | Leadership in Energy and Environmental Design
  4. Selo Procel Edifica
  5. FSC Brasil

Agora, para você entender melhor sobre cada um deles:  

1. Selo Casa Azul da Caixa Econômica Federal

A Caixa Econômica Federal financia diversos projetos no Brasil. Em 2008, lançou o Selo Casa Azul, procurando construções mais responsáveis com o meio ambiente. 

Ter esse selo no empreendimento, reforça o compromisso com a sociedade e com o planeta.

Além de aumentar a relevância do projeto e aumentar o valor de mercado da construção. 

2. AQUA-HQE

Esse selo é uma certificação baseada na metodologia da França Démarche HQE que é concedida no Brasil pela Fundação Vanzolini. 

O processo para avaliar permeia todo o projeto, concepção, execução e utilização da obra, respeitando sempre as especificações brasileiras de normas técnicas

Ter esse selo garante que o meio ambiente será preservado e que terá uma diminuição em gastos no consumo de água e energia elétrica, que é uma vantagem para os futuros clientes ou moradores. 

3. Certificação Leed | Leadership in Energy and Environmental Design 

Reconhecido em 143 países, esse selo é considerado um dos mais importantes do planeta. Ele incentiva o desenvolvimento de uma construção sustentável em vários aspectos: 

  • espaço sustentável
  • créditos de prioridade regional
  • energia e atmosfera 
  • inovação e processos
  • eficiência de utilização da água
  • materiais e recursos 
  • qualidade ambiental interna

Os critérios rigorosos e o amplo conhecimento do selo pelo mundo fazem com que a obra com essa certificação se destaque, além de todas as vantagens econômicas e ambientais. 

4. Selo Procel Edifica

Quem concede esse selo sustentável é a Eletrobrás. A certificação é focada em avaliar e incentivar o consumo consciente de energia e recursos naturais. 

Para receber o selo, é feita uma avaliação no Inmetro, de projeto e de construção finalizada. 

Esse selo garante que a obra seja mais econômica energeticamente, o que vai ajudar tanto na questão sustentável quanto na redução de custos com energia elétrica. 

São avaliados os seguintes quesitos: 

  • envoltória;
  • iluminação;
  • sistema de aquecimento da água;
  • condicionamento do ar.

5. FSC Brasil

O selo FSC (Forest Stewardship Council) Brasil foi criado para proporcionar o manejo florestal consciente por todo o mundo. 

É uma instituição não governamental, independente e sem fins lucrativos, que tem o objetivo de incentivar a compra de materiais à base de madeiras provenientes do manejo responsável das florestas. 

O desmatamento é um dos problemas mais sérios relacionados ao Brasil. 

Dessa maneira, é essencial que o setor da construção civil faça de tudo para utilizar produtos derivados desse selo. 

Outro selo de sustentabilidade na construção civil para madeira certificada no Brasil é o ABNT/ CERFLOR ou PEFC/CERFLOR. 

Existem outros selos 

Outros selos como Qualiverde e o eureciclo também trazem diversos benefícios para as construtoras quando elas pensam em estratégias sustentáveis para as obras.

Estamos em um momento em que a sustentabilidade e o cuidado com o futuro estão em alta. Por isso, é importante que a sua construtora não fique para trás nesses assuntos. 

Leia também:

Telhado Verde e a sustentabilidade: 10 vantagens dessa técnica >

Ter esses selos ajuda na relevância da obra e da construtora, além de alinhar o empreendimento com as metas globais. 

Para acompanhar mais sobre as tendências e as alternativas sustentáveis nas estratégias da construção civil, siga nosso blog

Software de gestão de obras