Sustentabilidade na construção civil: 6 exemplos de obras sustentáveis

Sustentabilidade na construção civil: 6 exemplos de obras sustentáveis

A preocupação ambiental anda ganhando muito espaço. E, consequentemente, a sustentabilidade na construção civil é um tema cada vez mais em alta. Conheça alguns projetos que vão servir de inspiração para as construtoras! 

Um dos maiores desafios que as empresas enfrentavam era diminuir os impactos causados pelos projetos. Isso acontecia por conta das atividades nocivas de extração de matéria-prima e produção de resíduos que poluem. 

Esse cenário apresentou uma melhora com a criação de materiais que geram uma economia de resíduos naturais! 

Vantagens de obras sustentáveis 

O meio ambiente é muito beneficiado com essas obras, mas a construção civil também. 

As obras sustentáveis na construção civil trazem diversos benefícios para as construtoras. 

Com o consumo consciente, reaproveitando os resíduos e a minimização de desperdícios, é possível economizar bastante o custo final. 

Entre as principais vantagens das obras sustentáveis, podemos citar: 

  • diminuição dos impactos no meio ambiente;
  • otimização dos processos do projeto;
  • diminuição de custos e gastos com matéria-prima e outros materiais; 
  • valorização da obra pela durabilidade e boa qualidade;
  • maior apelo e conforto visual;
  • maior conforto dos habitantes, devido aos cuidados arquitetônicos nas obras sustentáveis, por exemplo: controle e conforto acústico e térmico, além de iluminação.

Como já dissemos, a preocupação ambiental é um tema que vem ganhando muita força nos últimos tempos. 

Por isso, agora vamos trazer alguns exemplos de obras sustentáveis ao redor do mundo.

Leia também: 

Construção do futuro: tudo o que você precisa saber sobre Steel Frame! – Obra Prima 

6 exemplos de obras sustentáveis 

Existem muitas obras sustentáveis por todo o planeta, inclusive aqui no Brasil. Agora, vamos conhecer algumas delas: 

1. Estádio Mineirão em Belo Horizonte, Minas Gerais

O Estádio do Mineirão investiu em sustentabilidade e foi premiado com o selo Platinum da LEED depois da sua reforma para a Copa do Mundo. 

Foram reutilizados e reciclados mais de 90% dos resíduos produzidos e conta como um reservatório de água da chuva. 

Essa água é usada para as descargas dos banheiros e para a irrigação do campo. 

Leia também:

Sustentabilidade na construção civil: 5 selos sustentáveis – Obra Prima

2. Arena Castelão, Fortaleza, Ceará

Outro exemplo de estádio no território brasileiro. 

Na América Latina, o Arena Castelão foi o primeiro estádio a receber o certificado LEED. 

O destaque acontece devido a:

  • reaproveitamento de estruturas existentes;
  • consumo eficiente de água;
  • coleta de resíduos;
  • controle de fumaça e iluminação;
  • descargas a vácuo;
  • utilização de materiais ecologicamente corretos;
  • condicionamento de ar diferenciado. 

3. Seed, São Paulo

Esse prédio fica em São Paulo, na Vila Olímpia, ele foi inspirado em iniciativas internacionais, como o Bosco Verticale, localizado na Itália. 

O edifício possui, pelo menos, oito tipos diferentes de plantas nativas da Mata Atlântica. 

4. Bairro de Perdizes, São Paulo

Perdizes foi o primeiro bairro da América Latina a receber a certificação Aqua/HQE, isso mostra quanto esse bairro é sustentável desde o seu projeto e respeita as melhores práticas ambientais. 

Leia também:

Sustentabilidade na construção civil: 5 selos sustentáveis – Obra Prima

5. Prédio residencial em Milão, Itália

O Green building (em português, edifício verde), é um espaço que leva em consideração os benefícios econômicos e de saúde, respeitando a sustentabilidade em todas as etapas da construção. 

O edifício usou materiais que não são os convencionais e disponibilizou áreas verdes em todos os apartamentos. 

Isso possibilitou que os seus habitantes desperdicem menos água e uma maior qualidade de ar dentro do imóvel, além da conservação dos recursos naturais. 

6. Sociedade Torre de Vigia, Nova York, Estados Unidos

Por fim, os sete prédios da Sociedade Torre de Vigia, em Wallkill, Nova York, foram premiados com 4 Green Globes, a maior nota da certificação do GBI. 

Somente 87 prédios (em mais de mil já certificados pela organização) receberam a nota mais alta. 

É um dos edifícios mais complexos e tem um telhado ecológico com flora nativa plantada em um meio de cultura, sobre uma membrana à prova d’água. 

Também existe um tratamento no local da água da chuva para diminuir o consumo de água do sistema público. 

Preocupação ambiental: a evolução da construção civil

Agora que você já conhece as vantagens e alguns exemplos de obras sustentáveis, é importante entender que esse é o caminho e a evolução da construção civil. 

 A preocupação ambiental não vai sumir, inclusive, ela só vai aumentar nos próximos anos, por isso é importante entender como aplicar isso nas construtoras.

Para saber mais sobre sustentabilidade na construção civil e outros temas desse setor, acompanhe o blog do Obra Prima e siga o nosso Instagram

Software de gestão de obras