O futuro da construção civil

Tudo o que um profissional do futuro da construção civil precisa saber

O profissional do futuro da construção civil deve ser capaz de interagir com as mudanças que surgem e trazer novas visões para as obras.

Quanto mais o mercado se desenvolve, maiores são as exigências e necessidades das construtoras na escolha dos profissionais. 

Não faz muito tempo que o engenheiro dependia de esquadros, cadernos e calculadoras. 

Hoje em dia, as ferramentas disponíveis são inúmeras e cada vez mais tecnológicas, pensadas para simplificar e tornar mais dinâmico e eficiente o trabalho desses profissionais.

Seja no uso de simples planilhas do Excel até os mais completos softwares de gestão de obras, entre tantas possibilidades e tecnologias que existem na construção, um bom profissional é aquele que se atualiza e inova.

Sim, a tecnologia na construção civil ainda evolui de forma lenta, mas essa pode ser uma boa notícia. 

Saiba mais sobre a transformação digital da construção civil aqui! >

Significa que os profissionais da área que ainda não estão familiarizados têm tempo para conhecer mais sobre tecnologia e se preparar para receber as novidades.

Acompanhar e ser capaz de oferecer novas formas de utilizar a tecnologia para reduzir custos e otimizar a execução e gestão de obras, muito em breve, vai ser característica indispensável para profissionais que querem se destacar na construção civil.

Conheça aqui as habilidades que o profissional do futuro da construção civil precisa possuir.

Seja o profissional que as construtoras buscam

Futuro da construção civil: seja o profissional que as construtoras buscam

Quando falamos em profissionais do futuro, precisamos pensar em diversos aspectos. 

No momento em que associamos o trabalho que realizam com as novas tecnologias disponíveis as exigências se tornam ainda mais intensas.

É importante entender que mesmo características pessoais influenciam nas habilidades e qualidade do trabalho desempenhado no dia a dia de um canteiro de obras. 

Evoluir, no entanto, pode ser mais simples do que esses profissionais imaginam.

Essas são habilidades que todo profissional deve começar a buscar agora se pretende continuar crescendo em sua carreira:

1. Capacidade de se comunicar com superiores e subordinados

A capacidade de compartilhar ideias, alinhar informações e garantir que os objetivos dos projetos sejam cumpridos é obrigação de todo responsável pela obra. 

Para isso, é essencial se comunicar bem.

Essa regra vale para todos os profissionais envolvidos na obra. O engenheiro deve ser capaz de debater o projeto com o cliente, apontar os problemas e fazer as correções, principalmente quando o que é pedido não é viável.

Além disso, ele deve conseguir comunicar isso de forma clara para os trabalhadores no canteiro de obra. 

O caminho inverso também é essencial, ele precisa escutar e saber entender e argumentar com os trabalhadores.

Muitas vezes quem está trabalhando no canteiro identifica problemas que ninguém mais pensou, receber essa informação, repassar para os demais envolvidos e comunicar ao cliente também exige habilidades.

2. Inteligência socioemocional

O profissional controlar os relacionamentos pessoais e as emoções de modo inteligente no ambiente de trabalho é essencial. 

A capacidade de não deixar que as emoções ditem a forma como o profissional se relaciona com os colegas ou impacta seu trabalho é indispensável.

Entenda, não é se manter apático, mas não deixar que a ansiedade, medo, raiva e outras noções negativas interfiram na produtividade ou na forma como se fala com os outros.

Para profissionais responsáveis por equipes a inteligência socioemocional ainda inclui saber identificar situações onde as emoções da equipe podem atrapalhar e ajudar para que todos desenvolvam uma comunicação que não cause impactos negativos.

3. Visão sustentável

Com a crescente preocupação com o meio ambiente e sendo a construção civil uma grande produtora de resíduo, além do impacto dos edifícios e casas durante seu uso, pensar de forma sustentável é um diferencial.

Profissionais do futuro da construção civil devem ser capazes de desenvolver projetos pensando em como tornar a execução e uso menos agressivos ao meio ambiente e mais sustentável.

É importante entender que sustentabilidade está se tornando um diferencial para a escolha dos clientes. 

Ter projetos focados na sustentabilidade fazem com que o profissional se diferencie para as empresas ao mesmo tempo que faz a construtoras ganharem vantagens para apresentar aos clientes.

Leia mais sobre a sustentabilidade na Construção Civil aqui >

4. Curiosidade, fome de informação e criatividade

Novidades e inovações estão sempre surgindo na área da construção civil e estar por dentro é indispensável. 

Um profissional que não busca reciclar seus conhecimentos e conhecer as novidades que o mercado oferece, em pouco tempo, vai ficar para trás.

Participar de congressos, palestras, acompanhar sites que ofereçam bons conteúdos sobre o mercado e ficar de olho em novos cursos de aperfeiçoamento é essencial.

Essa curiosidade em saber como as inovações que estão surgindo funcionam e os benefícios que elas funcionam permitem que o profissional solte sua criatividade.

Com o conhecimento trazido com a curiosidade, esses profissionais podem começar a pensar mais fora da caixa. 

Trazer novas soluções para velho problemas é uma ótima maneira de atualizar processos, reduzir custos e aumentar a eficiência do canteiro de obra.

Lembre-se: tudo que se faz até os dias de hoje começou com uma ideia e pesquisa sobre como colocá-la em prática.

5. Visão analítica e ampla

A obra não é apenas o passo a passo do planejamento. Ainda que seja extremamente importante seguir o planejamento, todo bom profissional sabe que o canteiro de obra tem “vida própria”.

Antes mesmo da obra começar é preciso pensar em diversos riscos e imprevistos que podem ser enfrentados. Além disso, o canteiro de obras não é um ambiente isolado do mundo e inclui material humano, o que traz diversas outras variáveis para a equação.

Um profissional do futuro na construção civil deve ter uma visão analítica para identificar os detalhes, riscos e problemas que uma obra pode ter.

Essa visão deve ser abrangente, considerando desde o peso dos materiais e locais de armazenamento até o trânsito enfrentado para as entregas, os riscos que a obra representa para quem está passando e quanto tempo de descanso um pedreiro precisa durante um dia de sol de 38 graus,

Parece absurdo falar sobre elementos tão pouco pensados, mas esse pode ser o diferencial de produtividade de um projeto.

Gestão de obras eficientes dependem de profissionais do futuro na construção civil

Se todo profissional deve estar preparado para trazer melhorias e garantir os melhores resultados usando suas habilidades, toda construtora deve oferecer a ele as ferramentas para desempenhar esse papel.

A gestão de obras depende da capacidade do profissional em organizar, analisar, planejar e comunicar o projeto, mas não é possível querer bons resultados deixando 100% do trabalho nas costas dele.

Oferecer softwares de gestão de obras completos, como o da Obra Prima, garantem que menos erros sejam cometidos e resultados melhores sejam alcançados.

Descubra as vantagens do software e conheça as novidades e o mercado com a Obra Prima e seus conteúdos focados nos profissionais do futuro da construção civil.